11 melhores filmes de suspense para ver na Netflix


Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora e artista visual

Os filmes de suspense e mistérios costumam ser um prato cheio para quem gosta de desvendar segredos. Além disso, quando bem feitos, conseguem manter o público vidrado na trama e despertar sensações diversas, que vão do medo à surpresa.

Sendo assim, selecionamos as produções mais relevantes presentes no catálogo da Netflix para que você aproveite o melhor do gênero.

1. Ilha do medo (2010)

Ilha do Medo (Shutter Island, no título original) é um longa-metragem norte-americano de 2010 dirigido pelo aclamado cineasta Martin Scorsese e que traz Leonardo DiCaprio como ator principal.

Só o fato de ter esses dois nomes de peso na produção já é um motivo para conferir a história, que se passa na década de 50 em um hospital psiquiátrico.

A instituição fica em uma afastada ilha, onde o agente Teddy Daniels apura o desaparecimento de um paciente. Ao longo da investigação, situações sinistras vão acontecendo e o público mergulha cada vez mais no suspense psicológico com toques de cinema noir.

Importante destacar que a narrativa foi baseada no livro homônimo de Dennis Lehane, lançado em 2003.

Confira também a explicação do filme Ilha do Medo.

2. Já não me sinto em casa nesse mundo (2017)

Drama policial de suspense, Ja não me sinto em casa nesse mundo é o primeiro filme dirigido por Macon Blair e estreou em 2017.

A produção foi exibida no Festival de Cinema de Sundance, que ocorre nos EUA. Foi muito bem recebida, mostrando uma protagonista melancólica que resolve se aliar com seu vizinho para tentar descobrir quem roubou sua casa, entrando numa história perigosa.

Mesclando comédia e suspense, o filme tem passagens leves e ensolaradas em contraste com acontecimentos sombrios, que evocam justamente o lado psicológico conturbado da personagem.

3. O poço (2020)

No primeiro semestre de 2020 foi lançado na Netflix o filme espanhol O poço, dirigido por Galder Gaztelu-Urrutia. O longa-metragem se tornou um dos assuntos mais comentados na época, pois, de fato, consegue impactar o público.

A trama exibe uma situação distópica na qual prisioneiros de uma cadeia vertical precisam se alimentar com as sobras de comida oferecidas aos que estão no topo.

Uma narrativa que mostra de forma chocante uma metáfora de como a sociedade está estruturada. Assim, trabalha com questionamentos sociais, como a desigualdade proporcionada pelo sistema capitalista e como o ser humano se comporta em situações-limite.

4. O convite (2015)

Cena de filme O convite exibe pessoas à mesa de jantar

Um filme de suspense e terror, O convite (The invitation, originalmente) foi feito nos EUA em 2015 pela diretora de cinema independente Karyn Kusama.

O longa-metragem foi muito bem recebido pela crítica e pelo público, pois exibe uma trama que prende o espectador do começo ao fim e usa como pano de fundo um jantar que se transforma em um convite ao inferno. A obra se propõe ainda a trabalhar assuntos delicados como depressão e solidão.

Confira também a explicação do filme O Convite (The Invitation).

5. A origem (2010)

Estrelado por Leonardo Dicaprio, A origem (Inception) foi lançado em 2010 e tem direção de Christopher Nolan, responsável também por Amnésia, outro filme de sucesso.

A história conta sobre Dom Cobb, um sujeito que tem como objetivo extrair segredos das pessoas através de seus sonhos.

O filme é uma ficção científica de suspense e foi muito bem recebido pelo público e crítica, pois exibe um roteiro elaborado, trilha sonora potente e muitas interpretações. É uma produção tão relevante que chegou a ser igualada à Matrix.

6. Tempo compartilhado (2018)

cena de filme Tempo compartilhado exibe um casal a noite à beira da piscina

Tempo compartilhado é um filme mexicano que reúne comédia, drama e boas doses de suspense. O longa-metragem de 2018 foi premiado como melhor roteiro no Festival de Sundance (EUA) e apresenta a direção certeira de Sebastián Hoffman, se configurando como um dos melhores filmes mexicanos em seu ano de estreia.

A história se passa em um resort cheio de turistas e clima de férias. Pedro é um homem casado que vai com a família para o local com o objetivo de descansar e se divertir, mas estranhas coisas começam a acontecer e o protagonista passa a acreditar que tudo faz parte de um esquema assustador contra ele.

7. Estou pensando em acabar com tudo (2020)

Adaptado do livro de mesmo nome de Iain Reid, Estou pensando em acabar com tudo foi dirigido por Charlie Kaufman, responsável por Brilho eterno de uma mente sem lembranças e Quero ser John Malkovich, filmes de sucesso do diretor.

Essa é uma produção de suspense psicológico daquelas que traz muitas reflexões e momentos complexos. Por conta disso, é possível que você termine de assistir com algumas dúvidas a serem esclarecidas.

Esse fato não tira o mérito do filme, ao contrário, o enriquece, pois a proposta é mesmo oferecer ao público um mergulho na mente conturbada dos personagens.

Além disso, a narrativa fragmentada e labiríntica, cheia de mistério e cenas improváveis, investiga questões como a identidade e o tempo.

8. Bird Box (2018)

Cartaz do filme Bird Box

Bird Box foi um dos filmes de suspense da Netflix mais comentados na época de seu lançamento, em 2018, causando um frisson no público. A obra teve como base o livro de mesmo nome de Josh Malerman e foi dirigido por Susanne Bier.

Nele acompanhamos angustiados a vida de Malorie Hayes (Sandra Bullock) que precisa fugir com seus filhos de uma assustadora criatura sobrenatural. A jornada, além de muito perigosa, precisa ser feita com os olhos vendados, o que deixa tudo mais sinistro.

9. Durante a tormenta (2019)

Durante a tormenta é um suspense de ficção científica de 2019 e quem assina a direção é o espanhol Oriol Paulo.

Vera Roy, uma mulher comum que tem um marido e uma filha, salva a vida de um garoto que viveu em sua casa 25 anos atrás, o que faz com que sua filha deixe de existir.

A trama é muito bem trabalhada, criando duas realidades temporais, mesclando o passado e o presente em uma angustiante saga para que a protagonista recupere sua antiga vida.

A recepção do filme foi bastante positiva, pois essa é uma história que prende a atenção do público e traz muitas surpresas em uma atmosfera com toque retrô.

10. Um contratempo (2016)

O filme espanhol Um Contratempo (no original, Contratiempo) é um suspense policial dirigido por Oriol Paulo e lançado em 2016.

Premiado em 2017 no Gaudí Awards como melhor montagem e no Portland International Film Festival como melhor filme do público, a trama se desenrola em torno de Adrian Doria, um homem bem-sucedido, com uma família feliz e uma amante.

Tudo muda quando um dia Adrian acorda em um quarto de hotel e se depara com sua amante assassinada. Ele então contrata uma advogada para desvendar o crime. A partir daí, vemos uma narrativa com muitas surpresas e que prende o espectador até o fim.

11. Reflexões de um liquidificador (2010)

E para finalizar, Reflexões de um liquidificador, um filme brasileiro de 2010 dirigido por André Klotzel.

A produção recebeu prêmios em festivais nacionais nas categorias de melhor atriz (Ana Lúcia Torre), melhor edição, roteiro e direção.

Essa é uma comédia de humor ácido que trabalha com um clima de suspense como parte da narrativa.

Conta sobre Elvira, uma senhora que vai até à delegacia para denunciar o desaparecimento de seu marido. Ao longo da trama, vemos a dona de casa desenvolver uma estranha amizade com seu liquidificador, que ganha vida na voz de Selton Melo.

Você também pode se interessar:

Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora, artista visual e fotógrafa. Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2007 e formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design, localizada em São Paulo, em 2010.