24 melhores livros de romance para se apaixonar


Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora e artista visual
Publicado em

Os livros românticos são capazes de nos transportar para histórias de amor de uma maneira única. É ótimo quando terminamos um bom romance e ficamos com a sensação de ter vivido um pouquinho daquela paixão.

Assim, selecionamos os melhores livros de romance, trazendo muitas opções de best-sellers e narrativas para jovens adultos, a chamada literatura YA (young adults), além dos clássicos, é claro!

1. Me chame pelo seu nome (2007)

Call Me by Your Name é o título original desse livro de André Aciman publicado em 2007. Sucesso de vendas, o livro inspirou um filme de mesmo nome, lançado em 2018 e vencedor de vários prêmios.

Capa do livro Me chame pelo seu nome

Conta a história de amor e descobertas de um adolescente de 17 anos por um homem mais velho, de 24 anos, durante uma viagem de férias.

O cenário é uma bela paisagem no litoral da Itália e se passa nos anos 80.

O interessante é que, diferente de outras histórias LGBTQIA+, traz uma atmosfera tranquila em relação ao preconceito, naturalizando a relação homoafetiva e exibindo o tema de maneira delicada.

2. A culpa é das estrelas (2012)

Best-seller do estadunidense John Green, The Fault in Our Stars, como é intitulado originalmente, foi lançado em 2012.

Capa do livro A culpa é das estrelas

A triste história de romance jovem apresenta Hazel, uma garota de 17 anos que desde o começo da adolescência convive com um câncer. Como sugestão da mãe, ela passa a frequentar um grupo de apoio a jovens que passam pelo mesmo problema.

Lá conhece Gus, um rapaz com osteossarcoma, um tipo de câncer no osso. Os dois então se apaixonam e precisam enfrentar as dificuldades de saúde.

O livro foi adaptado para o cinema em 2014 bem recebido pela crítica.

3. Garoto encontra garoto (2003)

Como o nome do livro sugere, esse é um romance LGBTQIA+ juvenil. Foi escrito por David Levithan e lançado em 2003.

Capa do livro Garoto encontra garoto

Seus personagens estão no ensino médio em uma escola onde héteros e gays convivem bem.

Paul, o narrador, um dia conhece Noah e, após perder a oportunidade de uma maior aproximação, terá que reconquistá-lo.

Essa é uma história divertida sobre a descoberta do amor, que oferece também boas reflexões sobre a sexualidade e a importância do respeito à diversidade.

4. P.S: Eu te amo (2007)

Esse é um livro para se emocionar e para pensar no poder de transformação que o amor carrega.

Capa do livro P.S Eu te amo

Escrito pela irladesa Cecelia Ahern em 2004, a história fez muito sucesso e foi levada para o cinema em 2007.

Conta sobre Holly, uma mulher de 30 anos que está lutando para superar a perda de seu grande amor, Gerry.

Com a ajuda de cartas que ele deixa para ela, Holly vai aos poucos se abrindo para sua nova vida e conseguindo inserir momentos de felicidade em sua rotina.

5. Anne de Green Gables (1908)

A canadense L. M. Montgomery (1874-1942) tem como sua maior obra literária Anne de Green Gables, publicada pela primeira vez em 1908.

Capa do livro Anne de Green Gables

O livro se tornou um clássico comparado à Pollyanna, de Eleanor H. Porter, por trazer a figura de uma garota órfã que consegue enxergar as belezas da vida, mesmo com várias adversidades.

A trama se passa no século XIX e mostra Anne, uma menina de 11 anos, adotada por um casal de irmãos.

A encantadora menina cresce naquela comunidade rural e vai lentamente conquistando as pessoas do lugar, e também descobrindo o amor.

O livro já foi adaptado em várias linguagens das artes, sendo a série Anne with an "e", da Netflix, um enorme sucesso.

6. Vermelho, branco e sangue azul (2019)

Um livro que vem se destacando como romance para jovens adultos é Vermelho, branco e sangue azul, de Casey Mcquiston, lançado em 2019.

Capa do livro Vermelho, branco e sangue azul

Na história, o filho da presidenta norte-americana é Alex Claremont-Diaz, um rapaz que tem sua intimidade explorada pela mídia.

Depois de conhecer Henry, um príncipe britânico de quem ele não gosta, por ser sempre comparado, uma suposta briga entre ele é exibida na TV.

Assim, eles precisam desfazer a má impressão e acabam passando alguns dias juntos. Então, o que era uma desavença acaba se transformando primeiro em uma amizade, e depois em algo mais.

Um livro divertido e romântico sobre um amor aparentemente impossível.

7. Água para elefantes (2007)

Esse romance histórico de Sara Gruen foi publicado no Brasil em 2007. Aclamado pelo público e pela crítica, foi indicado e venceu prêmios importantes.

Capa do livro Água para elefantes

Conta sobre Jacob Jankowski, um homem já idoso que relata suas memórias e vivências em um circo itinerante.

É interessante acompanhar seu drama e suas paixões em um ambiente muitas vezes hostil.

Em 2011 foi adaptado para os cinemas, com direção de Francis Lawrence.

8. Quinze dias (2017)

Lançado em 2017 pelo brasileiro Vitor Martins, Quinze dias também se encaixa na chamada literatura para jovens adultos.

Capa do livro Quinze dias

A narrativa acompanha o adolescente Felipe contando suas dificuldades e o constrangimento de ter que conviver bem próximo ao antigo amigo de infância. Caio é seu vizinho e fica hospedado em sua casa por quinze dias, enquanto seus pais viajam.

Então Felipe precisará lidar com seus sentimentos enquanto revive um antigo amor pelo amigo.

9. Amor e Gelato (2017)

Amor e Gelato é uma linda história de descoberta de si e do outro. Tem como protagonista Lina, uma jovem que acaba de perder a mãe. Apresenta as experiências da garota durante uma viagem para a Itália com o objetivo de conhecer seu pai.

Capa do livro Amor e Gelato

Em uma nova atmosfera, Lina mergulha então em seus sentimentos e conhece dois garotos que lhe despertam o amor e outras emoções.

Um livro deliciosamente romântico escrito por Jenna Evans Welch e lançado em 2017.

10. Quem é você, Alasca? (2005)

Quem escreve esse romance é o norte-americano John Green, o mesmo autor de A culpa é das estrelas.

Capa do livro Quem é você, Alasca?

Publicado em 2005, mostra a história de um jovem chamado Miles que está cansado de sua vida e vai estudar em Culver Creek, um colégio interno.

Lá, ele embarcará em busca de seu propósito e conhece também Alasca, uma moça misteriosa e inteligente que vai mexer com suas emoções.

11. Fazendo meu filme (2019)

Fazendo meu filme é uma série de 4 livros da escritora mineira Paula Pimenta.

Capa do livro Fazendo meu filme

Best-seller de romance juvenil, a saga conta a história de Fani, uma menina curiosa e cheia de expectativas e muitas dúvidas relacionadas ao futuro e seus sentimentos amorosos.

O primeiro livro foi lançado em 2019 e está sendo adaptado para o cinema.

12. Conectadas (2019)

Um romance juvenil entre duas garotas que gostam de video game. Esse é o assunto de Conectadas, livro da brasileira Clara Alves, lançado em 2019.

Capa do livro Conectadas

Trata de temas vistos como tabus e expõe o preconceito e os desafios que garotas que se apaixonam por outras garotas precisam enfrentar, principalmente na adolescência.

Assim, a autora explora com sensibilidade e humor esse universo e coloca mais uma camada de questionamentos, a interação virtual.

13. Como eu era antes de você (2016)

A autora desse romance que ganhou os corações de muitos leitores é a britânica Jojo Moyes.

Capa dol livro Como e era antes de você

O best-seller foi um grande sucesso, com mais de 8 milhões de exemplares vendidos, ganhando uma adaptação para o cinema em 2016.

A trama apresenta Lou Clark, uma jovem entusiasmada pela vida que trabalha em um café e tem um namorado que ela não ama.

Ao perder o emprego, sua vida sofrerá uma reviravolta. Ela conhece Will Traynor, um rapaz que sofreu um acidente de moto e está na cadeira de rodas. Esse encontro transformará suas vidas, ao viverem uma bela história de amor cheia de desafios.

14. O lado bom da vida (2013)

Em O lado bom da vida, Pat Peoples é um professor que apresenta problemas de memória. Ele acabou de sair de uma clínica psiquiátrica e tenta se recordar os motivos que o levaram para lá.

Capa do livro O lado bom da vida

Mas nem seus amigos, seu pai ou sua esposa lhe contam o que de fato aconteceu, então ele vai aos poucos se lembrando e tentando reconquistar o amor de sua mulher.

Pat é otimista e acredita no “lado bom da vida”.

A história foi escrita por Matthew Quick e publicada em 2013, recebendo muitas críticas positivas.

15. Teto para dois (2019)

Esse romance foi escrito por Beth O’leary e lançado em 2019.

Nele, acompanhamos Tiffy, uma moça recém-separada que se muda para um apartamento onde divide a mesma cama com Leon, que trabalha durante a noite.

Capa do livro Teto para dois

Assim, os dois nunca se encontram e resolvem as pendências da casa por bilhetes. Mas talvez esse acordo inusitado não dê muito certo.

Essa comédia romântica promete trazer diversão, tratando também de assuntos importantes que envolvem os relacionamentos.

16. Eleanor e Park (2014)

Essa é uma história de amor entre dois adolescentes de dezesseis anos que sempre se encontram no ônibus a caminho da escola.

Capa do livro Eleanos e Park

Park é um garoto de origem coreana e gosta de video games e histórias em quadrinhos. Eleonor também tem gostos muito parecidos. A garota ruiva sofre por não corresponder ao padrão corporal esperado e se sente um pouco inadequada.

Mas ao conhecer Park, vive seu primeiro amor.

Um livro sobre um romance juvenil entre adolescentes do universo geek, escrito por Rainbow Rowell e lançado em 2014.

17. O amor nos tempos do cólera (1985)

Um clássico da literatura latina, O amor nos tempos do cólera foi escrito por Gabriel García Márquez e publicado em 1985.

Capa do livro O amor nos tempos do cólera

Conta sobre o intenso amor de Florentino por Firmina, uma mulher por quem se apaixonou ainda na juventude, conservando o sentimento por toda a vida.

Conta-se que a narrativa é baseada na história dos pais de García Márquez.

Alcançado grande sucesso, o livro se transformou em filme, dirigido por Mike Newell e com estreia em 2007.

18. Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres (1969)

Esse grande romance de Clarice Lispector de 1969 apresenta uma história de amor e descoberta, sobretudo de si.

Capa do livro Uma aprendizagem ou o livros dos prazeres

Lóri, uma professora de ensino infantil, inicia um relacionamento com Ulisses, professor de filosofia.

É a partir do encontro entre dois seres distintos que a autora coloca questões existenciais. Ela aborda as dificuldades de se construir uma identidade própria à medida que se aproxima do outro.

Em 2019 o romance foi levado aos cinemas, com direção de Marcela Lordy e título O livro dos Prazeres.

19. Orgulho e preconceito (1813)

Um dos romances mais conhecidos sobre o amor é Orgulho e Preconceito, publicado no início do século XIX por Jane Austen, em 1813.

Capa do livro Orgulho e preconceito

A trama açucarada tem como protagonista Elizabeth Bennet, filha de um proprietário de terras na Inglaterra. O amor é colocado no início como um sentimento impossível, pois Elizabeth sente desprezo por Sr. Darcy quando o conhece.

Mas, com o tempo e os acontecimentos, o vínculo entre eles se torna uma grande paixão.

O livro é um sucesso no mundo todo, servindo como inspiração para muitas tramas românticas na literatura e no cinema.

20. Inês de minha alma (2007)

Inês de minha alma tem como autora a chilena Isabel Allende, que lançou a obra em 2007. É um romance histórico e se passa no século XVI.

Capa do livro Inês de minha alma

Nele, acompanhamos Inês, uma humilde costureira que parte em busca do marido por terras desconhecidas. Entretanto, ao chegar ao destino se apaixona por outro homem.

Como é comum nos livros de Isabel Allende, ela consegue trazer para a trama aspectos históricos da formação dos territórios latino-americanos, nesse caso do Chile e Peru.

21. Dona flor e seus dois maridos (1966)

Obra icônica de Jorge Amado, Dona Flor e seus dois maridos teve destaque nos anos 60, quando foi lançada. Mais tarde foi adaptada para o cinema e televisão, além de peças de teatro.

Capa do livro Dona Flor e seus dois maridos

Dona Flor é uma bela mulher vivendo em Salvador, na Bahia, nos anos 40. Ela ficou viúva de Vadinho, um sujeito boêmio que morre subitamente no carnaval de rua.

Flor então se casa novamente com Teodoro, um pacato farmacêutico. Mas as lembranças de Vadinho e a paixão por ele são cada vez mais vivas. E o morto acaba, de fato, reaparecendo.

Um livro irônico e engraçado sobre um triângulo amoroso nada convencional.

22. O morro dos ventos uivantes (1847)

Único livro escrito pela britânica Emily Brontë, O morro dos Ventos uivantes se tornou uma história de amor clássica. Foi lançado em 1847 e apresenta como cenário o interior rural da Inglaterra.

Capa do livro O moro dos ventos uivantes

O enredo é torno de Heathcliff, um garoto adotado, e sua irmã de criação, Catherine.

Os dois desenvolvem uma relação muito próxima, que se transforma em amor. Assim, os desafios para ficarem juntos são enormes, pois na época os casamentos eram feitos considerando as posses e condições financeiras.

Assim, impedidos de assumir o romance, Catherine e Heathcliff viverão situações complicadas e um triângulo amoroso.

23. Anna Karenina (1877)

O russo Liev Tolstói publicou Anna Karenina em 1877. A obra, considerada uma das mais importantes de Tolstói, tem como assunto principal o adultério e os costumes da nobreza russa no período.

Capa do livro Anna Karenina

Apresenta Anna, uma mulher casada, e sua paixão por Vronski, o amante. É por meio desse amor proibido que o escritor revela as camadas de hipocrisia e convenções sociais na Rússia czarista.

A história, de enorme sucesso, teve diversas adaptações cinematográficas.

24. Romeu e Julieta (1595)

Talvez o romance mais famoso no Ocidente seja Romeu e Julieta. Escrito por William Shakeaspeare por volta de 1591 e 1595, apresenta uma trágica narrativa.

Capa do livro Romeu e Julieta

O enredo é visto como símbolo do amor juvenil, exibindo dois adolescentes que, impossibilitados de viver uma paixão, decidem tirar suas vidas.

Um grande clássico sobre o amor romântico que ganhou adaptações no cinema e teatro, inspirando também outros escritores desde sua publicação.

Você também pode se interessar:

Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora, artista visual e fotógrafa. Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design.