34 filmes para chorar sempre que assistir


Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora e artista visual

Uma das coisas mais bacanas do cinema é o seu poder de provocar em nós diversos sentimentos e emoções.

Quando um filme consegue comover e fazer o público chorar, geralmente se torna inesquecível. Seja ele um filme triste, de romance ou baseado em fatos reais, o importante nesse caso é emocionar.

1. A lista de Shindler (1993)

  • Direção: Steven Spielberg
  • Onde assistir: Telecine Play

A trama se passa na Segunda Guerra Mundial e retrata a perseguição aos judeus. Baseado em uma história real, conta sobre Oskar Schindler, um homem controverso que era membro do Partido Nazista e explorava a mão de obra barata judia.

Entretanto, ao perceber a crueldade que tomava conta da Alemanha, decide acolher mais de mil judeus e ajudá-los a se salvar do extermínio nazista.

2. Dançando no escuro (2000)

Direção: Lars von Trier

Bjork em cena de filme Dançando no escuro

Esse drama musical se passa nos EUA e conta sobre Selma, brilhantemente interpretada por Björk. Ela é uma imigrante tcheca que vai com seu filho para solo americano com o sonho de realizar uma cirurgia no garoto.

Selma tem uma grave doença hereditária nos olhos que faz com que perca a visão gradualmente, o que também ocorrerá com o filho.

Assim, ela guarda dinheiro com muito esforço, fruto do trabalho exaustivo em uma fábrica. Para aliviar a vida sofrida, a moça começa a ter delírios, em que imagina cenas de dança e música nas mais diversas situações.

O filme é muito lembrado como um dos mais tristes, sendo bem difícil não se envolver e sofrer junto com a personagem.

3. Sempre ao seu lado (2009)

  • Direção: Lasse Hallström
  • Onde assistir: Amazon Prime, Telecine Play

Esse é mais um drama baseado em uma história verídica e apresenta a amizade entre Parker Wilson (Richard Gere) e seu cachorro.

Parker é um professor que, ao voltar do trabalho, encontra um filhote de cão da raça Akita abandonado em uma estação de trem. Assim, decide levá-lo para casa.

Hachi, o cachorro, é muito leal e começa a acompanhar seu dono todos os dias no caminho ao trabalho, até que um acontecimento inesperado muda a história deles.

Esse é um exemplo de como o amor entre o ser humano e os animais pode ser comovente e transformador.

4. Para sempre, Alice (2015)

Direção: Richard Glatzer, Wash Westmoreland

Um filme sobre perdas, identidade, memória e a busca constante para viver o momento presente, assim é Para sempre Alice.

Nele acompanhamos a história de Alice Howland, uma pesquisadora e professora de linguística que começa a perceber mudanças em sua capacidade de memorização.

Ela descobre aos 50 anos que possui Mal de Alzheimer e precisa reestruturar sua vida e suas relações familiares para conseguir lidar com a doença.

5. Soul (2020)

  • Direção: Pete Docter
  • Onde assistir: Disney Plus

Essa animação da Pixar promete te emocionar e fazer lágrimas brotarem dos olhos. Trata de um assunto delicado como a morte, mas de um jeito divertido e comovente.

Joe é um músico apaixonado pelo jazz que ganha a vida como professor. Um dia ele finalmente consegue a oportunidade de mostrar seu talento para uma cantora conhecida, mas ele sofre um acidente inesperado, ficando no limiar da vida.

Assim, conhece figuras sobrenaturais que o farão refletir sobre a existência e a simplicidade da vida.

6. A vida invisível (2019)

  • Direção: Karim Aïnouz
  • Onde assistir: Telecine Play, Google Play

Nesse drama brasileiro, acompanhamos a trajetória de duas irmãs, Guida e Eurídice, com personalidades muito diferentes e que acabam seguindo caminhos opostos na vida.

A história se passa em sua maior parte no Rio de Janeiro dos anos 50. Retrata com muita sensibilidade diversas situações difíceis e injustas que as mulheres estão sujeitas por conta do machismo que estrutura nossa sociedade.

Um dos destaques nessa produção é a participação de Fernanda Montenegro como Eurídice na velhice. O filme teve boa repercussão e concorreu a uma vaga ao Oscar.

7. O menino do pijama listrado (2009)

  • Direção: Mark Herman
  • Onde assistir: Google Play

O menino do pijama listrado é baseado no livro de mesmo nome de John Boyne, de 2007. Traz uma narrativa comovente dos horrores ocorridos em campos de concentração na Segunda Guerra.

A história é contada através do olhar infantil e ingênuo. Bruno é um menino de 8 anos que se muda com os pais para um local próximo de um campo de concentração e faz amizade com uma das crianças prisioneiras.

8. Meu primeiro amor (1992)

  • Direção: Howard Zieff
  • Onde assistir: Google Play

Um clássico da década de 90 que fez muita gente chorar é Meu primeiro amor. Conta a história de Vada, uma pré-adolescente que mora com o pai.

Ele trabalha em uma funerária, por isso a garota convive de perto com a morte.

Vada tem adoração pelo professor de inglês, mas desenvolve uma amizade muito intensa com Thomas, um garoto que se torna seu primeiro amor.

9. Brilho eterno de uma mente sem lembranças (2004)

  • Direção: Michel Gondry
  • Onde assistir: Amazon prime video, Telecine Play, Google Play

cena do filme Brilho eterno de uma mente sem lembranças

Quando Joel e Clementine terminam um longo e intenso relacionamento, a vida dos dois se transforma e a angústia pela perda do amor se torna insuportável.

Assim, ao saber que Clementine havia procurado um serviço para “deletar memórias”, Joel decide fazer o mesmo também .

Entretanto, ao longo do processo percebem que esse não é melhor caminho para lidar com a dor e o luto da separação.

10. A vida é bela (1999)

  • Direção: Roberto Benigni
  • Onde assistir: Telecine Play

cena de filme A vida é bela mostra pai e filho durante a guerra

A vida é bela é um filme para rir e chorar, combinando cenas bem-humoradas e uma visão fantasiosa da vida com as angústias da Segunda Guerra Mundial.

Conta a história de uma família judia que é separada pelo regime nazista. Guido (Roberto Benigni) vivia com a esposa e filho até que um dia ele e o garoto são levados para um campo de concentração.

Para não assustar menino, o pai inventa que eles estão participando de um jogo complicado que tem o objetivo de protegê-los.

11. Central do Brasil (1998)

  • Direção Walter Salles
  • Onde assistir: Telecine Play

Um dos filmes nacionais mais aclamados dentro e fora do país é Central do Brasil, que mostra de forma sensível um retrato do povo brasileiro.

Dora é uma professora aposentada que ganha a vida escrevendo cartas para pessoas analfabetas na estação de trem Central do Brasil, no Rio de Janeiro.

Por conta do destino, um dia sua vida se cruza com a de Josué, um garoto que acabara de ficar órfão. Os dois se juntam e iniciam uma busca pelo interior do nordesteà procura do pai do garoto.

Para uma análise aprofundada, leia: FIlme Central do Brasil.

12. Preciosa - uma história de esperança (2010)

  • Direção: Lee Daniels
  • Onde assistir: Amazon Prime Video

Esse filme emocionante conta a história de superação de Claireece "Preciosa" Jones, uma adolescente de 16 anos negra, obesa e pobre que sofre constantes abusos sexuais do pai, engravidando pela segunda vez. A mãe também a violenta física e psicologicamente.

A garota tem um desempenho péssimo na escola, mas é encaminhada para uma instituição especial. Lá, com a ajuda de sua professora e de uma assistente social, consegue dar um novo rumo a sua vida caótica.

O filme teve destaque no Festival de Cinema de Sundance e no Festival de Cannes.

13. A língua das mariposas (1999)

Direção: José Luis Cuerda

cena de filme A língua das Mariposas

A língua das mariposas se passa no interior da Espanha na década de 30, momentos antes da Guerra Civil Espanhola, comandada pelo general Franco.

Exibe a vida escolar de Moncho, um menino que faz amizade com seu professor, um idoso cheio de convicções e ideais democráticos, assim como os pais do garoto.

O filme mostra de maneira delicada e comovente a dura ascensão do fascismo, transformando a vida de todos ao redor.

14. Meninos não choram (2000)

Direção: Kimberly Peirce

Boys Don't Cry é o título original desse filme que marcou os anos 2000. Conta a história real de Brandon Teena, um jovem trans que esconde sua transsexualidade enquanto busca o amor e a aceitação em Nebraska, interior dos EUA. Se passa na década de 80.

Brandon é interpretado por Hilary Swank, que ganhou o Oscar de melhor atriz pelo papel.

15. História de um casamento (2019)

  • Direção: Noah Baumbach
  • Onde assistir: Netflix

Essa produção da Netflix teve muita repercussão e ganhou vários prêmios no ano de seu lançamento.

Nela, podemos acompanhar o desenrolar de uma história de casamento que chega ao fim. Nicole e Charlie precisam lidar com as questões burocráticas e sentimentais que envolvem o divórcio e, mesmo assim, continuarem em harmonia para criar o filho.

Um filme que fala de maneira verdadeira dos ressentimentos, angústias e aflições que envolvem uma separação.

16. Túmulo dos vagalumes (1988)

  • Direção: Isao Takahata

Essa é talvez a animação mais tristes de todos os tempos. Produzida pelo estúdio Ghibli, a narrativa se passa no Japão na Segunda Guerra Mundial.

Exibe a história de dois irmãos, Setsuko e Seita, que passam a viver com parentes, depois que a mãe morre em um bombardeio organizado pelos EUA e o pai é obrigado a servir no exército.

Os garotos passam por muitas dificuldades e resolvem se isolar na floresta, onde se distraem com os animais e os vagalumes.

17. Zuzu Angel (2006)

Direção: Sérgio Rezende

cena de filme Zuzu Angel

Essa é uma produção sobre a história real da estilista brasileira Zuzu Angel, que fez sucesso nos anos 60 e 70.

Seu filho, Stuart Angel Jones, era um jovem militante comunista que foi perseguido, torturado e assassinado pelo regime militar. Com o triste acontecimento, Zuzu inicia uma saga em busca de mais informações para encontrar o corpo de Stuart.

Ela também passa a criticar o governo através de seu trabalho e tem sua vida colocada em risco. Uma história que vale a pena ser visto para entender o passado bárbaro da realidade brasileira.

18. Bicho de sete cabeças (2000)

  • Direção: Laís Bodanzky
  • Onde assistir: Vivo Play

Um filme brasileiro impactante baseado no livro O canto dos malditos, uma autobiografia de Austregésilo Carrano. Conta a história de Neto, um jovem em conflito com os pais.

Ele é internado em um hospital psiquiátrico nos anos 70, quando o pai encontra um cigarro de maconha em seus pertences.

No manicômio Neto enfrentará as piores situações, traumas para levar para a vida a toda.

Esse é um filme que serve como denúncia dos maus tratos sofridos pelos internos de instituições psiquiátricas e se soma à luta do movimento a favor de tratamento digno aos pacientes com transtornos mentais no Brasil.

19. A culpa é das estrelas (2014)

  • Direção: Josh Boone
  • Onde assistir:Google Play

O romance teen A culpa é das estrelas foi lançado em 2014 e fez muitos adolescentes chorarem.

Narra a vida de Hazel Grace Lancaster, uma garota que luta contra um câncer terminal e, por sugestão da mãe, passa a frequentar um grupo de apoio. Lá conhece Augustus Waters, um jovem que foi curado de um câncer na perna.

Os dois se aproximam e se apaixonam, mesmo com a resistência de Grace. Assim, têm que lidar com a doença e fazer grande esforço para viver o momento presente.

Conheça também a explicação detalhada de A Culpa é das Estrelas.

20. Amor (2013)

  • Direção: Michael Haneke
  • Onde assistir: Google Play

Amor é uma co-produção feita entre Alemanha, Áustria e França. Exibe a história de Anne e Georges, um casal bastante idoso que precisa enfrentar uma doença inesperada, o que coloca o amor dos dois em cheque.

Muito bem recebido pela crítica, o filme ganhou diversos prêmios, entre eles o Oscar e Globo de Ouro.

21. Mar adentro (2005)

Direção: Alejandro Amenábar

O filme espanhol é um triste relato da trajetória de Ramón Sampedro, um homem que sofre um acidente ainda jovem e passa 28 anos preso à cama, sem conseguir mexer o corpo.

Rámon (Javier Bardem) tem como único objetivo conseguir o direito a eutanásia, ou seja, acabar com seu sofrimento e pôr fim a vida. Para isso, enfrentará muitos desafios.

22. A.I: inteligência artificial (2001)

  • Direção: Steven Spielberg
  • Onde assistir: Telecine Play

cena do filme Inteligência Artificial

Um filme de ficção científica que mostra a vida de um robô e seus dramas. É com talento que Steven Spierberg consegue “humanizar” David Swinton, um garoto programado em laboratório para amar seus pais adotivos.

Mesmo sabendo que David não é um ser humano, a narrativa nos coloca a frente de um dilema emocional em que é inevitável não sentir empatia pelo personagem.

23. Minha vida sem mim (2003)

  • Direção: Isabel Coixet

Cena de filme Minha vida sem mim

Feito pela Espanha e Canadá, o filme retrata o drama de Ann, uma jovem de 23 anos que mora em um trailer com as duas filhas e o marido.

A moça trabalha fazendo limpeza no período noturno em uma universidade e um dia começa a se sentir mal. Ao consultar um médico ela é descobre com um câncer agressivo que só lhe dará 3 meses de vida.

Assim, Ann inicia uma trajetória em busca de realizar seus desejos sem contar a ninguém o que está se passando.

24. O expresso da meia-noite (1978)

  • Direção: Alan Parker
  • Onde assistir: Google Play

cena do filme Expresso da meia noite

Nesse filme britânico baseado em um caso real, acompanhamos a história de Billy Hayes, um homem que, ao visitar a Turquia, tem a infeliz ideia de traficar uma quantia de haxixe presa ao corpo.

Billy, entretanto, é preso no país árabe e encaminhado a uma cadeia com as piores condições. Lá sofrerá torturas e receberá uma pena longa. Sua única opção de sobrevivência será a fuga do local.

25. 7 minutos depois da meia-noite (2017)

  • Direção: Juan Antonio Bayona
  • Onde assistir: Amazon prime video, Google Play

Uma história de fantasia cheia de reflexões sobre a vida. O filme traz como protagonista Conor, um menino de 13 anos que sofre com a doença da mãe a ausência do pai. Além disso, sua avó lhe trata mal e as coisas na escola não vão bem.

Em meio a uma vida complicada, Conor acaba ficando amigo de uma enorme árvore que toma conta de seus sonhos todas as noites, contando histórias fantásticas e transformando sua vida.

26. Her (2014)

  • Direção: Spike Jonze
  • Onde assistir: Google Play

A narrativa conta sobre a improvável relação amorosa entre um homem e um aplicativo de internet.

Theodore é um redator com uma vida tediosa e está a procura de um amor. Um dia ele instala em seus aparelhos eletrônicos um sistema que promete ser uma agradável companhia.

Assim, ele acaba desenvolvendo uma intensa paixão por Samantha, a voz que dá “vida” ao sistema.

27. Moonlight – Sob a Luz do Luar (2016)

  • Direção: Barry Jenkins
  • Onde assistir: Google Play

Uma produção norte-americana que aborda temas delicados como o racismo, as dificuldades financeiras, a homofobia e a luta pela aceitação no subúrbio de Miami.

A trama gira em torno de Chiron, mostrando desde sua infância até a vida adulta, passando pelas suas descobertas, seus dramas, relações familiares e desejos.

Muito bem recebido pela crítica, concorreu a venceu diversos prêmios, levando três estatuetas do Oscar.

28. Thelma e Louise (1991)

Direção: Ridley Scott

A produção marcou época como uma das histórias mais intensas sobre a amizade entre duas mulheres e o desejo por liberdade.

Thelma é uma dona de casa que está cansada de seu casamento com um sujeito desagradável e grosseiro. Ela é amiga de Louise, uma jovem espontânea que namora um homem que está sempre ausente.

Um dia as duas resolvem fazer uma viagem pelo interior dos EUA, o que trará consequências inimagináveis.

29. Extraordinário (2017)

  • Direção: Stephen Chbosky
  • Onde assistir: Telecione Play, Google paly

Superação, amor e aceitação são os temas abordados em Extraordinário. Ofilme que traz Julia Roberts no papel da mãe de Auggie Pullman, um garoto que nasceu com uma deformação facial e passou por diversos procedimentos cirúrgicos.

Agora, aos 10 anos, o menino precisa enfrentar mais um desafio, o da convivência com outras crianças na escola.

30. A escolha de Sofia (1982)

  • Direção: Alan J. Pakula
  • Onde assistir: Netflix, Telecine, Google play

cena do filme A escolha de Sofia

A escolha de Sofia conta a história de Sofia, vivida por Meryl Streep, uma sobrevivente do regime nazista que teve um passado doloroso.

Ela mora em Nova York e tem como companheiro um homem com distúrbios emocionais.

O vizinho de Sofia, Stingo, se interessa pela moça e se torna um ouvinte de seus dramas vividos durante o holocausto.

Vencedor do Oscar e do Globo de Ouro, o filme se tornou uma das mais emocionantes histórias sobre o nazismo.

31. Na natureza selvagem (2007)

  • Direção: Sean Penn
  • Onde assistir: Telecine Play, Google Play

Into the wild é o título original dessa comovente história real que foi levada para as telas dos cinemas. Narra a vida de Christopher McCandless, também conhecido como Alex Supertramp.

O jovem era filho da classe média estadunidense, com uma vida aparentemente “ideal” e recém-formado na faculdade.

Entretanto, ele não se sentia confortável e decide abandonar tudo, partindo em busca de um encontro total com a natureza e com si mesmo.

O filme causou impacto sobretudo na população jovem, por tratar de uma certa inadequação ao modo em que a sociedade está organizada.

A trilha sonora foi muito relevante, sendo criada por Eddie Vedder e ganhando o Globo de Ouro.

32. Menina de Ouro (2004)

  • Direção: Clint Eastwood

cena do filme Menina de Ouro

A trama é sobre determinação e coragem. Conta a vida de Maggie Fitzgerald, uma mulher decidida a se tornar lutadora de boxe.

Para isso ela tem o apoio de Frankie Dunn, um treinador que a princípio se recusa a ajudá-la, mas percebendo sua garra e talento, aceita o desafio.

33. O quarto de Jack (2015)

  • Direção: Lenny Abrahamson
  • Onde assistir: Netflix

O drama mostra a luta de uma mãe e seu filho para conseguirem se libertar de um cativeiro. Os dois vivem em um quarto, isolados de tudo. Recebem apenas a visita de Nick, o responsável por mantê-los presos.

Assim, Joy e Jack planejam uma maneira de retornar à vida comum e ao convívio em sociedade.

34. O campeão (1979)

  • Direção: Franco Zeffirelli

cena de filme O campeão

O campeão entrou para a história do cinema como o filme mais triste de todos os tempos. Narra a vida de Billy Flynn, um ex-lutador de boxe que vive com seu filho T.J e se esforça pra manter financeiramente o menino.

Depois que a mãe de T.J reaparece na vida dos dois, Billy decide retornar aos ringues com o objetivo de conseguir dinheiro e sustentar o filho.

Você também pode se interessar:

Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora, artista visual e fotógrafa. Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design.