Milagre na cela 7: análise e explicação do filme


Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora e artista visual

Milagre na Cela 7 é um filme turco de 2019 com direção de Mehmet Ada Öztekin. Adaptado de uma produção sul-coreana de mesmo nome, é estrelado pelo ator Aras Bulut Íynemli no papel de Memo.

Se passa na década de 80 na Turquia e conta a história de um homem com deficiência intelectual que é preso injustamente, acusado de assassinato.

Memo vive com sua mãe idosa e sua filha, a pequena Ova. A menina e o pai têm uma relação muito pura e profunda, assim, ela fará de tudo para libertá-lo.

Análise do filme

O drama foi sucesso de público na Netflix no ano de seu lançamento, liderando no topo da plataforma e sendo muito comentado. Trata-se de uma obra ficcional, não tendo nenhum embasamento em fatos reais.

cena do filme Milagre na cela 7
Os atores Aras Bulut Íynemli e Nisa Sofiya Aksongur interpretam pai e filha

O filme traz uma narrativa com objetivo claro de comover os espectadores, usando muitos recursos dramáticos como trilha sonora melancólica, câmera lenta e interpretações intensas, além da própria história.

Tais elementos conseguiram de fato captar a atenção de muitas pessoas e tocá-las profundamente, gerando empatia pelos personagens.

Entretanto, justamente por abusar da carga dramática e trazer soluções evidentes, o longa não agradou parte da crítica.

Ainda assim, a trama tem êxito ao trazer temas como injustiça, inocência, capacitismo (discriminação de pessoas com deficiência), falha no sistema prisional, a maldade e a bondade, além, é claro, do amor incondicional entre pai e filha.

A deficiência do personagem principal não é explicada de maneira clara, mas sabe-se que ele tem um atraso intelectual que lhe confere capacidade interpretativa similar a de uma criança da idade de sua filha de 6 anos.

A fotografia e a ambientação dessa produção são um ponto de destaque.

(A partir daqui o artigo contém spoilers.)

Final do filme explicado

Milagre na cela 7 apresenta um final onde algumas perguntas ficam no ar. Por isso, teorias surgiram entre os espectadores.

Depois de ser condenado à morte, Memo vive momentos de tensão na prisão. Entretanto, ele faz amizade com seus colegas de cela, que percebem que o rapaz era de fato inocente e tinha bom coração.

Então eles se mobilizam para que Ova consiga visitar o pai na cadeia sem ser vista. Quando a garota chega ao local, se depara com os outros prisioneiros e pergunta a cada um qual o motivo de estarem presos.

Ela conhece Yusuf, um senhor que não responde seu questionamento de forma clara, mas dá a entender que seu crime está relacionado à sua filha, que segundo ele teria “idade para se casar”.

Mais tarde, próximo do desfecho da história, esse senhor se coloca em sacrifício para salvar a vida de Memo e permitir que Ova siga na companhia do pai.

A história não dá muitas pistas sobre a mãe de Ova e seu relacionamento com Memo, mas sabemos que moça morreu. Assim, parte do público elaborou uma teoria de que Yusuf seria o avô de Ova, e que seu crime teria sido o de assassinar a mãe da garota.

Mas não há sinais de que essa seja a verdade na trama, se tratando apenas de especulações.

Você também pode se interessar:

Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora, artista visual e fotógrafa. Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design.