Os 30 melhores livros de fantasia que são verdadeiros clássicos


Carolina Marcello
Carolina Marcello
Mestre em Estudos Literários, Culturais e Interartes

A realidade que vivemos pode não ser suficiente para os leitores que sonham com novos mundos povoados por seres mágicos. Assim, a literatura fantástica é bastante popular, ocupando um lugar especial no coração e no imaginário de muita gente.

Confira as nossas dicas dos melhores livros de fantasia, vindos de diversas épocas e partes do mundo, que você precisa ler:

1. A Sociedade do Anel (1954)

A Sociedade do Anel (1954)

Criado por J.R.R. Tolkien, professor e escritor inglês, este é o primeiro livro da saga O Senhor dos Anéis, composta por três volumes. Um dos mais importantes clássicos da literatura fantástica, a obra foi adaptada para uma trilogia cinematográfica de enorme sucesso internacional.

No livro inicial, descobrimos que existe um Anel que contem um poder incalculável e, para que não caia nas mãos erradas, precisa ser transportado até à Montanha da Perdição, onde será destruído. A missão é liderada pelo hobbit Frodo, que reúne um grupo capaz de realizar a travessia difícil e perigosa.

Assim é formada a Sociedade do Anel, composta por elementos com diferentes características e modos de agir: quatro hobbits, um mago, um elfo, um anão e dois humanos, que se unem para fazer o que é necessário para o bem comum.

2. A Guerra dos Tronos (1996)

A Guerra dos Tronos (1996)

O norte-americano George R. R. Martin tem sido um dos nomes mais marcantes da fantasia contemporânea. A Guerra dos Tronos inicia a famosa saga épica As Crônicas de Gelo e Fogo que inspirou a série televisiva Game of Thrones, da emissora HBO, arrecadando inúmeros fãs novos para o mundo da alta fantasia.

Atravessada por incontáveis batalhas pelo Trono de Ferro e o domínio dos Sete Reinos, a narrativa é influenciada por vários elementos mágicos como feiticeiras, dragões e até zumbis. No primeiro livro, conhecemos algumas figuras essenciais da história.

É o caso do clã Stark, Jon Snow, o bastardo que é enviado para a Muralha, o rei Robert Baratheon e a sua família, os terríveis Lannister. Também é aqui que começa a aventura de Daenerys, herdeira dos Targaryen, que consegue fazer eclodir três ovos de dragão.

Confira a nossa análise da saga As Crônicas de Gelo e Fogo.

3. Deuses Americanos (2001)

Deuses Americanos (2001)

A obra do inglês Neil Gaiman combina elementos da mitologia antiga e moderna, e foi adaptada para a televisão com a série American Gods, da emissora Starz.

A narrativa é construída segundo o pressuposto de que os deuses antigos vivem entre nós e a sua existência depende da fé que os humanos depositam neles.

Com o surgimento dos deuses da modernidade, associados ao estilo de vida atual (como a tecnologia, as celebridades, etc), as divindades antigas começam a perder a sua força.

Assim, resolvem se unir e enfrentar os novos deuses, numa batalha pelo poder. Toda a história é assistida por Shadow, o protagonista que acabou de sair da prisão e foi contratado para trabalhar como segurança de Wednesday, uma figura muito estranha.

4. As Brumas de Avalon (1979)

As Brumas de Avalon (1982)

A obra da norte-americana Marion Zimmer Bradley é composta por quatro volumes: "A Senhora da Magia", "A Grande Rainha", "O Gamo Rei" e "O Prisioneiro da Árvore".

Passada na época medieval e baseada no universo das lendas do Rei Artur e seus cavaleiros, a narrativa se foca nas experiências das figuras femininas do enredo. É o caso de Guinevere, Igraine, Viviane e Morgana, cuja vida é contada desde a infância.

Assim, o célebre livro de fantasia trata questões relacionadas com o paganismo e o contributo das mulheres para a história coletiva, que tem sido apagado ao longo dos séculos.

Em 2001, As Brumas de Avalon foi adaptado para a televisão por Uli Edel, através de uma minissérie exibida na emissora norte-americana TNT.

5. O Nome do Vento (2007)

O Nome do Vento (2007)

A obra de Patrick Rothfuss marca o começo da saga de fantasia e magia A Crônica do Matador do Rei, passada no período medieval.

O protagonista é Kvothe, o dono de uma hospedaria que salva um cronista quando ele é atacado por seres misteriosos. Como agradecimento pelo gesto, o autor pede que o homem lhe conte a sua vida, para que escreva a sua biografia.

É assim que descobrimos a juventude do personagem, que pertencia a um grupo de artistas itinerantes. Mais tarde, ele ingressa numa estranha Universidade, onde estuda para se tornar um mago. A figura enigmática se revela como um herói, mas também esconde lados obscuros.

6. O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa (1950)

O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa

O Leão, A Feiticeira e o Guarda-Roupa é a obra inicial de uma das maiores sagas de fantasia de todos os tempos: As Crônicas de Nárnia, do inglês C. S. Lewis.

A narrativa é protagonizada por quatro crianças, os irmãos Pevensie, e acontece no cenário da Segunda Guerra Mundial. Durante os ataques que estavam ocorrendo em Londres, os garotos se escondem na casa de um antigo professor.

Lá, encontram um armário que abre a porta para uma outra realidade chamada Nárnia. A partir deste ponto, os personagens se aventuram nesse novo mundo que enfrenta um inverno longo e rigoroso, criado através da magia.

7. O Maravilhoso Mágico de Oz (1900)

O Maravilhoso Mágico de Oz (1900)

Lembrada principalmente pela adaptação cinematográfica de 1939, O Mágico de Oz, a obra de L. Frank Baum é um sucesso intemporal junto do público infantil.

Dorothy, a protagonista, é uma menina de 11 anos que mora numa fazenda no Kansas. Durante uma madrugada, a sua casa é arrastada por um tornado e vai parar em um mundo estranho e colorido chamado Oz.

Nessa nova realidade, a garota se cruza com bruxas e munchkins, os habitantes, e precisa encontrar o grande Mago de Oz para poder regressar. Pelo caminho, vai criando laços de amizade com um leão, um espantalho e um homem de lata, que passam a ser os seus companheiros de aventura.

8. Eragon (2002)

Eragon (2002)

Eragon é o primeiro de quatro livros que integram a série infanto-juvenil Ciclo da Herança de Christopher Paolini. O protagonista que dá nome à obra é um garoto que encontra uma estranha pedra azul enquanto está passeando na montanha e decide guardar o objeto.

Mais tarde, ele percebe que se trata de um ovo que eclode e dá origem a um dragão. Eragon e a criatura, batizada de Saphira, se tornam companheiros inseparáveis.

No entanto, existem forças maléficas tentando capturar esse ser fantástico. O livro foi adaptado para o cinema em 2006 e também deu origem a um videogame.

9. Harry Potter e a Pedra Filosofal (1997)

Harry Potter e a Pedra Filosofal (1997)

Um dos maiores êxitos internacionais das últimas décadas, o primeiro livro da saga Harry Potter, da inglesa J.K. Rowling, é a porta de entrada para aquele universo de aventura e fantasia.

O protagonista, Harry, é um garoto órfão que vive com os tios negligentes. No dia em que completa 11 anos, ele recebe uma carta com um convite para estudar numa grandiosa escola de magia chamada Hogwards.

Potter descobre que é um feiticeiro e deixa tudo para trás para aprender a usar os seus poderes. Embora faça muitas amizades em Hogwards, ele descobre que, além do dom, também herdou alguns inimigos poderosos.

A série literária foi adaptada para o cinema entre os anos de 2001 e 2007, com sete filmes que foram grandes êxitos de bilheteria.

10. A Cor da Magia (1983)

A Cor da Magia (1983)

Este é o livro que inicia a saga Discword, de Terry Pratchett, uma extensa série literária de fantasia e comédia, marcada pela sátira que faz ao próprio gênero.

Aqui, a ação ocorre num planeta em forma de disco, inspirado na mitologia hindu, apoiado nas costas de quatro elefantes que, por sua vez, estão pousados em cima de uma tartaruga gigantesca.

A obra também recria vários lugares-comuns da literatura fantástica, com base em figuras de grandes autores como Lovecraft: bruxas, vampiros, monstros, entre outros. Em A Cor da Magia, o protagonista é Rincewind, um mago desajeitado que serve de guia para Twoflower, um visitante ingênuo.

11. As Crônicas Marcianas (1950)

As Crônicas Marcianas (1950)

O livro de Ray Bradbury, que é passado no espaço, começou por ter alguns trechos publicados em revistas de ficção científica. No entanto, o próprio autor declarou que esta também se trata de uma obra de fantasia e que, por isso mesmo, seria marcante: "os mitos têm poder de permanência".

A história acontece num futuro distópico no qual o planeta Terra estaria em risco de destruição, ameaçado por uma guerra atômica. Deste modo, os humanos decidem colonizar Marte, onde restavam poucos seres locais.

Se estendendo ao longo de décadas (de 1999 a 2057), a narrativa cobre vários eventos importantes do processo de colonização, ilustrando também as mudanças que o planeta vai sofrendo com o tempo.

12. O Feiticeiro de Terramar (1968)

O Feiticeiro de Terramar (1968)

Escrita por Ursula K. Le Guin, O Feiticeiro de Terramar é outra obra clássica da fantasia que foi pensada para o público infantil mas acabou conquistando a crítica e a atenção de leitores de todas as idades.

Passada nas ilhas imaginárias de Terramar, a narrativa conta a história de Ged, um garoto que nasceu com poderes e está estudando para se tornar um mago. Apesar de ser muito talentoso e inteligente, o prodígio também é indisciplinado.

Durante uma briga com um colega da escola, ele lança um feitiço, mas comete um erro e acaba invocando um monstro perigoso. Em seguida, Ged precisa aprender com os seus atos e resolver o problema que criou.

13. A Bússola de Ouro (1995)

A Bússola de Ouro (1995)

A Bússola de Ouro abre a renomada saga de fantasia e ficção científica Fronteiras do Universo, do inglês Philip Pullman.

Aqui, as almas dos indivíduos são representadas por animais que os acompanham, designados de daemons. A protagonista da história é uma menina chamada Lyra que parte para o Ártico depois que Roger, seu melhor amigo, desaparece.

Com Pantalaimon, seu daemon e fiel companheiro, ela segue o rastro do garoto que foi sequestrado por uma organização religiosa sombria, o Magisterium. O livro foi adaptado para o cinema em 2007 por Chris Weitz.

14. A Viajante do Tempo (1991)

A Viajante do Tempo

A Viajante do Tempo é o primeiro livro da notória saga de ficção histórica, fantasia e romance, Outlander, escrita por Diana Gabaldon. A narrativa fala sobre viagens no tempo e se foca em Claire Randall, uma antiga enfermeira do exército inglês que vive na década de 40 do século XX.

Durante a sua lua-de-mel na Escócia, ela desmaia e acorda em pleno século XVIII, sem nenhuma explicação para o regresso ao passado. Mesmo sem esquecer tudo o que passou até àquele dia, a mulher precisa seguir vivendo nessa outra realidade e se aproxima de Jamie, um escocês que se apaixona por ela.

Se apresentando como uma viúva britânica, Claire é recebida com curiosidade, mas também com desconfiança. A série literária foi adaptada para a televisão em 2014 pela emissora Starz.

15. Alice no País das Maravilhas (1865)

Alice no País das Maravilhas (1865)

Um clássico incontornável, a obra nonsense de Lewis Carroll encorpora vários elementos da literatura fantástica, como animais e objetos que falam e se comportam como humanos.

Alice é uma garotinha muito inteligente e curiosa que vai parar num mundo desconhecido, o País das Maravilhas, onde tudo parece absurdo. Por lá, ela conhece criaturas engraçadas e um tanto loucas, mas também faz inimigos muito poderosos.

Adaptada inúmeras vezes, a história é lembrada principalmente pela versão animada da Disney que faz parte das nossas infâncias.

Conheça também a nossa análise detalhada de Alice no País das Maravilhas.

16. Duna (1965)

Duna (1965)

O livro de ficção científica e fantasia escrito por Frank Herbert influenciou largamente esses gêneros literários e bateu recordes de vendas.

O enredo é passado em outra galáxia, num futuro longínquo no qual se vive um regime feudal. A sociedade é dominada por três linhagens nobres: os Corrino, os Harkonnen e os Atreides.

Aqui, o protagonista é Paul Atreides, o jovem herdeiro cuja família é enviada para tomar conta de Arrakis, um planeta desértico, também conhecido como "a Duna". Além de tratar as relações políticas e sociais, a obra também reflete sobre questões como a filosofia e a religião.

17. O Último Reino (2004)

O Último Reino (2004)

Escrito por Bernard Cornwell, este trata-se do primeiro livro da saga de fantasia e ficção histórica Crônicas Saxônicas, que inspirou a série de televisão The Last Kingdom (2015).

Passado em 872, o enredo segue a invasão da Ilha Britânica pelos exércitos vikings, vindos da Dinamarca. O protagonista é Uhtred, um garoto cujos pais foram assassinados pelos invasores e que acabou sendo criado por eles.

Mesmo começando a lutar ao lado dos dinamarquesas, o jovem não esquece a terra onde nasceu e deseja regressar. Assim, enquanto os saxões batalham para se reerguer, Uhtred questiona a sua identidade e o lado a que pertence.

18. Uma Dobra no Tempo (1962)

Uma Dobra no Tempo (1962)

O livro de fantasia YA (Young Adult, ou seja, para jovens adultos), da norte-americana Madeleine L’Engle, é uma obra fundamental para os fãs do estilo. Apontada como uma história maniqueísta, a narrativa segue uma luta travada entre o bem e o mal.

A protagonista, Meg, é uma adolescente brilhante e complexa que vive com a mãe e o irmão mais novo, Charles, depois do pai ter desaparecido enquanto trabalhava num projeto secreto. Os filhos do cientista resolvem partir em busca dele e, com a ajuda de três guias celestes, começam a viajar no tempo e no espaço.

A obra foi adaptada para o cinema em 2018, com direção de Ava DuVernay.

19. O Aprendiz de Assassino (1995)

O Aprendiz de Assassino (1995)

O livro de Robin Hobb, pseudônimo literário de Margaret Astrid Lindholm Ogden, conta a história de Fitz, o filho bastardo do príncipe dos Seis Ducados.

Aos seis anos, o menino é retirado dos seus avós e levado para a corte, onde passa a ser criado por um membro da cavalaria. Vivendo entre os plebeus e correndo vários perigos, ele começa a ser treinado para ser um assassino, a mando do rei.

Quando os Seis Ducados se tornam alvo de saqueadores, Fitz recebe a primeira missão e precisa defender a sua terra. A obra de fantasia épica é imperdível principalmente para os leitores que gostam de aventura e intrigas reais.

20. O Último Desejo (1993)

O Último Desejo (1993)

O Último Desejo é o primeiro livro da Saga do Bruxo Geralt de Rívia, escrita pelo polonês Andrzej Sapkowski, que se popularizou através da adaptação televisiva The Witcher (2019).

A obra de fantasia e magia reúne sete contos que giram em torno de Geralt de Rívia, um bruxo que mata monstros como profissão.

Depois de ser ferido durante uma luta, o protagonista repousa e relembra vários episódios do seu percurso, que formam as diferentes aventuras e narrativas que vão sendo contadas ao longo do livro.

A série literária é tão bem sucedida que também originou obras de quadrinhos, jogos de cartas e de tabuleiro, assim como videogames que conquistaram a adoração dos fãs.

21. O Pistoleiro (1982)

O Pistoleiro (1982)

Considerada uma das obras-primas de Stephen King, A Torre Negra é uma saga de ficção científica e alta fantasia com elementos de faroeste e terror, escrita durante mais de três décadas.

O Pistoleiro, livro que abre a série literária, inicialmente foi publicado por capítulos na revista norte-americana The Magazine of Fantasy & Science Fiction.Roland de Gilead, o protagonista, é um pistoleiro que atravessa o deserto atrás do seu inimigo, "o homem de preto".

Durante essa travessia, ele vai se aproximando cada vez mais do seu destino final, representado materialmente pela Torre Negra. A série literária foi adaptada para o cinema em 2017 pelo diretor dinamarquês Nikolaj Arcel.

22. O Poder da Espada (2006)

O Poder da Espada (2006)

O Poder da Espada é o livro que inicia a trilogia A Primeira Lei, do inglês Joe Abercrombie, um célebre autor de fantasia para adultos. A história acontece num mundo que está em guerra, assumindo uma atmosfera medieval e violenta.

Enquanto um grupo militar, a União, se organiza para combater as ameaças externas, surge um forasteiro que afirma ser Bayaz, o Primeiro dos Magos.

A chegada do suposto ser fantástico, que teria regressado após séculos de desaparecimento, vem influenciar o destino de vários personagens envolvidos no conflito, como Glokta, Jezal dan Luthar e Logen Nove Dedos.

23. O Ladrão de Raios (2005)

O Ladrão de Raios (2005)

O Ladrão de Raios é a primeira obra da saga de fantasia e aventura Percy Jackson & os Olimpianos, escrita por Rick Riordan para o público juvenil.

Tomando como inspiração a mitologia grega, a série literária é protagonizada por Percy Jackson, um garoto que é atacado por uma Fúria enquanto visita um museu. A partir desse momento, ele passa a encontrar várias criaturas fantásticas ligadas a esse universo, como as Parcas, o Minotauro e a Medusa.

É assim que começa a jornada do jovem que descobre ser um "meio-sangue", filho de um deus grego com uma figura mortal. A história foi adaptada para o cinema através de dois longas-metragens lançados em 2010 e 2013.

24. O Gigante Enterrado (2015)

O Gigante Enterrado (2015)

Kazuo Ishiguro, o autor japonês que venceu o Nobel de Literatura em 2017, é conhecido sobretudo pelos seus romances e obras de ficção histórica. Com O Gigante Enterrado, o escritor se aventurou pela primeira vez no campo da fantasia.

O enredo acontece num passado longínquo, povoado por criaturas mágicas como ogres e dragões. Os protagonistas da ação são Beatrice e Axl, um casal de idosos que parte em busca do filho que não vê há muitos anos.

Através de uma jornada difícil e demorada, os personagens precisam lutar contra o esquecimento, navegando também pelas lembranças e emoções.

25. As Mentiras de Locke Lamora (2014)

As Mentiras de Locke Lamora (2014)

O primeiro livro de Scott Lynch conquistou a atenção do público mundial, com a sua narrativa de fantasia e crime, dando início à saga Os Nobres Vigaristas.

O personagem principal, Locke Lamora, é um famoso ladrão conhecido como uma espécie de Robin Hood, que rouba dos ricos e ajuda os pobres.

Na verdade, a figura carismática usa a esperteza a seu favor e conta boas mentiras, guardando todos os lucros para o seu bando, os Cavalheiros Bastardos. Contudo, quando a cidade de Camorr se encontra na iminência de um conflito, os bandidos precisam lutar para sobreviver.

26. Jonathan Strange e Mr. Norrell (2004)

Jonathan Strange e Mr. Norrell (2004)

A escritora inglesa Susanna Clarke começou a sua carreira com Jonathan Strange e Mr. Norrell, obra que já é apontada como indispensável para os admiradores da literatura fantástica.

A história é passada na Inglaterra, durante as invasões napoleônicas, em uma realidade na qual tinham existido poderes mágicos que acabaram desaparecendo. É então que surgem os dois protagonistas, Strange e Norell, dois rivais que se esforçam para recuperar a magia.

A obra foi adaptada para a televisão em 2015, com uma série homônima lançada pela emissora britânica BBC One.

27. Jogos Vorazes (2008)

Jogos Vorazes (2008)

A obra de fantasia distópica, aventura e ficção científica escrita por Suzanne Collins deu origem a uma trilogia homônima e a uma série de filmes.

Vivendo numa realidade pós-apocalítica de escassez e desigualdades extremas, Panem é um país cuja população está dividida por distritos. Enquanto a Metrópole tem o domínio total, os jovens dos doze distritos precisam competir até à morte nos Jogos Vorazes, que são transmitidos na TV.

Esta é uma obra marcante entre a literatura com protagonistas femininas: a personagem principal é Katniss Everdeen, uma garota corajosa de dezesseis anos, que vai para os Jogos representando a região mais pobre do país.

28. A Rainha Vermelha (2015)

A Rainha Vermelha

O livro de fantasia para jovens adultos foi o primeiro escrito por Victoria Aveyard, começando uma série literária com o mesmo nome, e valeu várias premiações para a autora.

Neste mundo, os indivíduos vivem separados pela cor do seu sangue: aqueles que carregam o líquido prateado nas veias são uma elite que é servida pelo resto da sociedade, "os vermelhos".

A protagonista é Mare Barrow, uma adolescente "vermelha" de personalidade insurgente que carrega poderes incomuns e traça um plano de fuga.

29. A Arma Escarlate (2011)

A Arma Escarlate (2011)

Renata Ventura, o primeiro nome nacional na nossa lista, é uma escritora carioca que ganhou a admiração internacional com a série literária Hugo Escarlate.

A saga é inspirada no universo mágico de Harry Potter, mas aqui a ação acontece no Brasil. Hugo é um garoto que vive na comunidade Santa Marta, no Rio de Janeiro, quando descobre que é um feiticeiro.

Na obra de fantasia urbana, enquanto assistimos às aventuras na escola de magia que o menino passa a frequentar, somos convidados a refletir acerca da realidade brasileira e suas assimetrias.

30. O Vilarejo (2015)

30. O Vilarejo (2015)

O Vilarejo é uma obra do brasileiro Raphael Montes, passada no século XVI, em um local isolado. O livro reúne sete histórias de fantasia sombria, cada uma associada a um pecado capital.

Os relatos parecem ter algo em comum: um demônio que o padre Peter Binsfeld procura combater, numa luta entre a luz e a escuridão.

Aproveite para conhecer também:

Carolina Marcello
Carolina Marcello
Mestre em Estudos Literários, Culturais e Interartes e licenciada em Estudos Portugueses e Lusófonos pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.