23 melhores filmes infantis de todos os tempos


Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora e artista visual

O cinema voltado para o público infantil pode ser uma forma criativa de entretenimento, estimulando a fantasia e imaginação dos pequenos.

Pode ainda ser bem legal para toda a família, principalmente quando é um filme mais antigo e que faz parte da infância dos cuidadores.

Pensando nisso, selecionamos os melhores filmes do gênero, desde os mais recentes até os que já se tornaram verdadeiros clássicos.

1. Meu amigo Totoro (1988)

Obra do aclamado diretor japonês Hayao Miyazaki, Meu amigo Totoro é um desenho animado de 1988 produzido pelo Studio Ghibli.

O longa-metragem de 86 minutos tornou-se um ícone no mundo das animações japonesas e filmes de fantasia.

Isso porque, além do desenho impecável e delicado, mostra uma história emocionante em que há a combinação de drama, aventura e diversão, trazendo ainda reflexões tocantes sobre a vida. Por esse motivo, é um filme que encanta crianças e adultos.

A trama conta sobre duas meninas, Satsuki e Mei, que vão morar com o pai em uma casa perto de uma floresta no interior do Japão. A mãe está internada em um hospital e o pai é um professor que passa longos períodos trabalhando.

Assim, as meninas exploram o lugar e conhecem criaturas fantásticas da floresta, com quem viverão grandes aventuras.

2. Soul (2020)

Lançado pela Disney e Pixar em 2020, Soul é uma animação que já se configura como um dos melhores filmes em seu ano de lançamento.

Sendo muito bem recebido pelo público e crítica, a história apresenta Joe (primeiro protagonista negro da Pixar), um músico de jazz frustrado que, no dia em que tem a oportunidade de ver sua realidade mudar, sofre um acidente e precisa lutar para conseguir retornar à vida.

A produção é classificada como infantil e de comédia, entretanto, não é só um filme de criança, pois traz muitos questionamentos e observações sobre a existência e a contemplação da vida.

O diretor do filme, Pete Doctor diz:

'Soul' é um filme sobre a vida. Assim como Joe, nós tentamos convencer a audiência de que a vida importa. Às vezes, a gente pode acordar e pensar: 'Por que estou acordando? O que vou fazer de tão importante que justifica sair da cama?'. Faz a gente olhar para nossas vidas.

3. A invenção de Hugo Cabret (2012)

Um filme do renomado Martin Scorsese indicado para crianças a partir dos 9 anos. Um dos poucos filmes do cineasta direcionado para o público infanto-juvenil, já que grande parte de suas obras possui teor adulto.

A emocionante aventura acontece em uma estação de trem em Paris dos anos 30 e foi inspirada pelo livro homônimo de Brian Selznick.

Hugo Cabret é um garoto que vive escondido em uma estação e guarda um robô mecânico que foi de seu pai. Após conhecer Isabelle os dois conseguem fazer a máquina funcionar, o que traz muitas revelações fantásticas.

A produção teve uma recepção muito positiva e é considerada uma homenagem à magia do cinema, já que traz aspectos históricos sobre a origem da sétima arte de maneira brilhante.

4. Valente (2012)

Valente é a primeira animação da Pixar que traz o protagonismo feminino e também a primeira direção assinada por uma mulher, Brenda Chapman.

Através da figura de Merida, uma jovem princesa rebelde de cabelos ruivos e volumosos, podemos acompanhar um conto de fada que mostra a importância da independência e liberdade.

Mas, para além disso, a narrativa é potente ao mostrar a relação entre mãe e filha. O roteiro é certeiro ao exibir assuntos complexos de forma bem humorada e leve, podendo ser uma diversão até mesmo para criancinhas a partir dos 3 anos.

5. Monstros S.A (2001)

Monstros S.A é uma produção em animação do estúdio Pixar com direção de Pete Docter, David Silverman e Lee Unkrich. Feito em 2001, o longa foi sucesso de bilheteria em seu lançamento, levando o gênero da animação para todas as idades.

Mike e Sulley são dois monstros que trabalham para a empresa Monstros S.A e precisam coletar os gritos das crianças pequenas para gerar energia e manter o mundo dos monstros funcionando.

Assim eles conhecem a pequena Boo, uma garotinha esperta e fofa que trará muitos problemas.

Um filme engraçado e inteligente, que permanece atemporal.

6. O rei leão (2019)

Esse é um remake de 2019 da famosa animação da Disney de 1994. O filme foi feito em live action e apresenta efeitos visuais impressionantes.

Nessa versão, a direção e co-produção ficou a cargo de Jon Favreau. O filme tem como inspiração trechos de Hamlet, clássico do escritor inglês William Shakeaspeare.

Simba é um filhote de leão que tem a missão de se tornar o rei da savana africana. Mas para isso, precisa enfrentar o malvado Scar, que matou seu pai e assumiu o trono.

A narrativa é envolvente pois, ao mesmo tempo que traz drama, tem diversão, principalmente com as figuras de Timão e Pumba, e oferece grandes momentos de reflexão.

7. Matilda (1996)

Uma garota muito inteligente e independente é criada por pais ausentes e cruéis, assim, aprende a ler sozinha e mergulha no mundo dos livros. Essa é a protagonista de Matilda, filme de 1996 dirigido por Danny DeVito, que interpreta também o pai da menina.

A produção é uma adaptação do livro homônimo do inglês Roald Dahl (autor também de A fantástica fábrica de chocolate, entre outros sucessos).

O que faz essa história ser especial é seu caráter cômico, mágico e infantil ao tratar de temas como responsabilidade, amizade, gentileza e perversidade.

As personagens e situações são exibidas de maneira caricata, com o objetivo de trazer diversão e entendimento para o público das crianças, mas ainda assim pode arrancar boas risadas dos adultos.

8. Divertidamente (2015)

Em 2015 chegava aos cinemas Divertidamente, um dos filmes mais aclamados do estúdio Pixar.

A animação foi dirigida por Pete Docter (o mesmo de Soul), e encanta crianças e adultos ao trazer a história de Riley, uma menina de 11 anos que se muda de cidade com os pais e começa a enfrentar problemas de ordem psicológica.

O público então é convidado a entrar na mente da garota, onde os sentimentos são mostrados como personagens. Assim, a aventura se passa no interior de Riley.

A criação do roteiro contou com a orientação de diversos psicólogos renomados e consegue apresentar uma história leve e divertida sobre temas profundos como a depressão.

O filme ganhou inúmeros prêmios, entre eles o Oscar de Melhor Animação em seu ano de lançamento.

9. Labirinto, a magia do tempo (1986)

Outro clássico dos anos 80 é Labirinto, a magia do tempo. Como é bem comum nos filmes para crianças, aqui a fantasia e aventura também fazem parte da narrativa.

Mas, além disso, há diversas cenas musicais, pois o ator principal é ninguém menos do que o icônico cantor David Bowie, em um dos papéis mais marcantes de sua carreira como ator.

Bowie interpreta Jareth, o Rei dos Duendes, que a pedido da jovem Sarah (Jennifer Connelly) sequestra seu irmão bebê e o leva para o centro de um grande labirinto.

Por isso, Sarah terá que atravessar muitos obstáculos em uma atmosfera totalmente mágica se quiser reaver seu irmão.

A produção norte-americana e britânica estreou em 1986 e contou com um time de peso, sendo dirigida por Jim Henson (responsável por Muppets e Vila Sésamo) e roteiro de Terry Jones (Monty Pyton).

10. Turma da Mônica - Laços (2019)

A turma da Mônica saiu dos quadrinhos e ganhou uma versão humana muito divertida em Turma da Mônica - Laços. Realizado por Maurício de Souza Produções, o longa-metragem de 97 minutos teve sua estreia em 2019 e contou com a direção de Vitor e Lu Cafaggi.

A aventura começa quando Floquinho, o cachorro do Cebolinha, desaparece. Assim, o garoto bola um “plano infalível” e precisa da ajuda de toda a turma para resgatar o mascote.

Um filme que consegue manter as crianças envolvidas, enquanto dá vida aos personagens que fizeram parte da infância da maioria dos brasileiros e brasileiras.

11. História sem fim (1984)

Filme infantil que marcou época nos anos 80, História sem fim é ainda hoje lembrado com carinho e nostalgia.

A produção de 1984 tem direção de Wolfgang Petersen e foi baseada no livro best seller de mesmo nome do escritor alemão Michael Ende.

A narrativa fez sucesso ao apresentar um universo fantástico, cheio de criaturas bizarras, densas florestas e obstáculos.

O filme se tornou cult e, apesar de apresentar efeitos datados, ainda é uma boa pedida para assistir junto com as crianças e apresentá-las às obras que fizeram parte da infância dos mais velhos.

12. Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001)

A saga Harry Potter se tornou emblemática para a geração dos anos 2000. Os filmes são baseados nos sete livros escritos por J.K. Howlling, que se tornaram best sellers e incentivaram o público infanto-juvenil a ingressar na leitura. Só por esse motivo já merecem atenção.

Mas, para além disso, as produções cinematográficas - que também tiveram enorme sucesso - são boas porque conseguem transmitir a atmosfera fantástica e impressionante presente nos livros.

Indicamos aqui o primeiro filme Harry Potter e a Pedra Filosofal como um ponto de partida para que siga na jornada.

Nele, vemos como Harry, um menino comum e infeliz, descobre seus poderes de bruxo e ingressa na escola de bruxaria Hogwarts.

13. Procurando Nemo (2003)

Um filme que fez enorme sucesso nos anos 2000 foi Procurando Nemo, lançado em 2003 pelo estúdio norte-americano Pixar e que foi idealizado por Andrew Stanton e Lee Unkrich.

A animação é uma aventura que agrada desde criancinhas a partir dos 3 anos até os adultos, pois, enquanto conta uma história infantil, traz pitadas de humor com diálogos geniais.

Nemo é um peixinho palhaço que, com a morte de sua mãe, vive com seu pai no fundo mar. Um dia os dois discutem e o filhote se afasta, sendo capturado por um mergulhador.

A partir de então, o pai sai em busca de reencontrar seu filho e conta com a ajuda de Dory, uma peixinha muito esquecida e atrapalhada.

14. Shrek (2001)

A primeira vez que Shrek apareceu nos cinemas foi 2001, quando foi lançado o primeiro filme. O sucesso foi tanto que, posteriormente, outros três filmes deram continuidade à história. Além disso, curta-metragens, séries de televisão, peças de teatro e jogos de videogame foram feitos inspirados nos personagens.

A produção é uma animação do estúdio DreamWorks e foi dirigida por Andrew Adamson e Vicky Jenson, que se basearam no livro Shrek! de William Steig. Aqui, acompanhamos a vida de um ogro que se envolve em muitas aventuras.

Não é difícil concluir o porquê de tanto reconhecimento, pois essa é uma história que apresenta de maneira inteligente e bem humorada, diversos elementos do universo dos contos de fadas. Entretanto, tais personagens e situações são mostrados como uma releitura, unindo a cultura pop contemporânea à trama.

15. Menino Maluquinho - o filme (1995)

Adaptação da obra do cartunista brasileiro Ziraldo, Menino Maluquinho é um longa-metragem de 1995 dirigido por Helvécio Ratton e produzido em Mina Gerais.

A história se passa na década de 60 e conta sobre um menino muito travesso que adora brincar. Seus pais e se separam e o garoto precisa aprender valiosas lições sobre a vida, para isso conta com a ajuda do avô.

Esse é um filme que se tornou um clássico do cinema brasileiro e merece ser visto, pois valoriza a simplicidade, a importância do brincar e das amizades. Segundo o diretor da obra:

O filme vem atravessando gerações de uma forma impressionante e surpreendente. O crítico mais rigoroso do cinema é o tempo. Tem filmes que são ligados ao modismo, que são passageiros. E tem filmes que ficam para sempre. O ‘Menino Maluquinho’ passou por esse crivo.

16. A fantástica Fábrica de Chocolate (2005)

cena do filme A fantástica fábrica de chocolate mostra os personagens com roupas coloridas olhando para cima

A produção de 2005 é uma adaptação do livro de mesmo nome do inglês Roald Dahl, publicado em 1964. Há uma primeira versão cinematográfica da história, lançada em 1977 e que fez também muito sucesso.

Nessa, quem assina a direção é o talentoso Tim Burton, conhecido por criar atmosferas peculiares e mágicas, com um toque levemente assustador.

Esse é justamente o universo que permeia a fábrica de doces de Willy Wonka (Jonny Depp), um homem excêntrico que decide procurar um herdeiro e premia cinco crianças com uma visita à fábrica. É assim que menino humilde Charlie se aproxima de Wonka e se encanta com a fábrica, enquanto as outras crianças aprendem duras lições sobre convivência.

Um filme visualmente impactante e que traz a atuação incrível de Jonny Depp, além de dar a oportunidade de reflexão sobre o que importa na vida.

17. Alice no país das maravilhas (2010)

Outro sucesso de Tim Burton que conta com o talento de Jonny Depp é Alice no país das maravilhas, lançado em 2010.

Inspirado no livro homônimo de Lewis Carroll, esse é um filme que apresenta a protagonista já crescida, diferente da história original.

Ao ingressar novamente no país das maravilhas, Alice terá que superar grandes desafios para conseguir restaurar a paz no lugar encantado.

Um filme que vai agradar o público infanto-juvenil e também adultos, pois traz diálogos divertidos em uma realidade surreal.

18. Querida, encolhi as crianças (1990)

Clássico filme de aventura para crianças, foi dirigido por Joe Johnston e estreou em 1990. Nele acompanhamos a saga de dois adolescentes e duas crianças que, ao ficarem do tamanho de insetos, precisam passar por enormes obstáculos dentro do próprio quintal para conseguirem voltar à normalidade.

Apesar dos efeitos especiais limitados para os dias de hoje, o enredo e a atuação dão conta de manter o filme interessante, principalmente para as crianças pequenas.

19. A família Addams (1991)

personagens de A família Addams

A família Addams é uma produção de 1991 dirigida por Barry Sonnenfeld. Foi baseada nas histórias em quadrinhos de mesmo nome de Charles Addams e na série televisiva de 1964.

A história fez enorme sucesso nos anos 90 e ganhou outro filme como continuação dois anos depois de seu lançamento.

Conta sobre uma família sinistra em que os personagens são bastante macabros, mas muito divertidos.

Um destaque é a atuação de Anjelica Huston, que recebeu o o Globo de Ouro de melhor atriz de filme de comédia em 1992.

20. E.T: o extraterrestre (1982)

cena de E.T mostra extraterrestre em cesta bicicleta enrolado em pano

Outro clássico que não poderia faltar na nossa lista é E.T: o extraterrestre, de 1982. Incluído no gênero ficção científica, a história traz também pitadas de drama e comédia, sendo voltada para toda a família e fazendo sucesso entre o público infantil.

Quem assina a direção é o reconhecido cineasta norte-americano Steven Spielberg.

Elliot é um garoto que um dia encontra um alienígena preso no planeta Terra e desenvolve uma amizade verdadeira com ele, tentando protegê-lo de todos os perigos que o cercam.

Assim, a narrativa nos emociona ao mostrar como os laços de carinho podem ocorrer entre seres, literalmente, de outros mundos.

21. Malévola (2014)

Uma obra que conta com grandes efeitos especiais, Malévola apostou nas técnicas de computação gráfica e 3D para provocar a emoção do público, que mergulha no mundo fantástico dos contos de fadas.

Com direção de Robert Stromberg, o filme da Disney de 2014 apresenta uma releitura do conto A bela Adormecida.

Mas nesse caso, a história é exibida pelo ponto de vista de Malévola, fada “má” que joga um feitiço na menina para que adormeça ao chegar na adolescência. Ao longo da narrativa entendemos as motivações de Malévola e acompanhamos seu lado “humano”.

Um filme para ser assistido por toda a família e que conta com a ótima atuação de Angelina Jolie no papel principal.

22. Ratatouille (2007)

A animação de comédia da Pixar Ratatouille mostra a história de Remy, um rato que sonhava em ser cozinheiro. Um dia o ratinho conhece Linguini, um jovem que trabalha como aprendiz em um famoso restaurante.

Os dois formam uma parceria, em que Remy ajuda Linguini a preparar os mais deliciosos pratos.

Dirigido por Brad Bird e lançado em 2007, o filme para crianças também vai divertir os adultos, pois exibe uma trama animada e dinâmica, com trilha sonora elaborada. Foi muito bem recebido pelo público e pela crítica, recebendo diversos prêmios.

23. Como treinar seu dragão (2010)

A animação de aventura e fantasia Como treinar seu dragão foi produzida pela Dreamworks com tecnologia 3D e efeitos técnicos caprichados. Teve como inspiração os livros da inglesa Cressida Cowell e se passa numa terra povoada por dragões e vikings.

A trama foi tão bem aceita pelo público que se desdobrou em uma série de TV de oito temporadas.

Aqui, podemos acompanhar a vida de Soluço, o filho do chefe de uma comunidade vinking, que tenta provar sua bravura ao capturar um dragão.

Mas o menino e o animal acabam ficando amigos. Essa é uma história tocante sobre amizade e aventura, que as crianças vão adorar.

Você também pode se interessar:

Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora, artista visual e fotógrafa. Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2007 e formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design, localizada em São Paulo, em 2010.