14 Melhores filmes românticos para assistir na Amazon Prime Video


Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora e artista visual

Filmes românticos são um sucesso de público, seja entre os que estão vivendo um romance ou não.

Muitas vezes vistos como filmes clichês, as produções desse gênero podem também trazer grandes reflexões e histórias empolgantes por meio do drama ou da comédia.

Confira nossa lista de bons romances na Amazon Prime para pensar sobre o amor.

1. O Mapa das Pequenas Coisas Perfeitas (2021)

Direção: Ian Samuels

Essa é uma produção da Amazon de 2021 que engloba os gêneros romance, comédia e fantasia.

Na história, acompanhamos dois adolescentes que estão presos no mesmo dia, revivendo eternamente o “Valentine’s Day”, o dia dos namorados nos EUA.

Apesar de apresentar uma fórmula já conhecida de narrativas de ficção científica sobre o tempo, o filme apresenta elementos inovadores que contribuem para sua originalidade, pois se utiliza-se justamente de referências de outros filmes do gênero para dar um tom criativo e cômico à trama.

2. Gloria Bell (2019)

Direção: Sebastián Lelio

Quem protagoniza essa trama é a incrível Julianne Moore. Dirigida pelo chileno Sebastián Lelio, a produção é um remake de Gloria, outro filme de 2013 do mesmo cineasta.

Conta sobre uma mulher solteira na casa dos 50 anos que está em busca de aventuras amorosas em bares e danceterias.

Um dia conhece Arnold e a partir desse encontro sua vida se transforma. Da relação que se se estabelece entre os dois, Gloria pode acessar seu poder pessoal e auto-estima.

Um filme com ótima fotografia, que consegue transmitir todas as fases da personagem através das cores e enquadramentos.

3. Maara (2021)

Direção: Dhilip Kumar

Produção de origem indiana e assinada pela Amazon, Maara traz o drama romântico de Parvathy, uma mulher solteira que está decida a não se casar. Assim, ela se hospeda em uma casa no vilarejo de Kerala e descobre que o dono do lugar é um artista, chamado Maara.

Parvathy encontra um caderno cheio de anotações e desenhos que contam uma história sobre o próprio artista. Mas a narrativa não está concluída e a moça fica muito curiosa para desvendar o final da história.

4. Yesterday (2019)

Direção: Danny Boyle

Imagine um mundo sem a famosa banda inglesa The Beatles? Isso é que acontece no filme Yesterday, assinado pelo diretor Danny Boyle.

A história conta sobre o jovem Jack Malik, que após sofrer um acidente, é a única pessoa a se lembrar dos Beatles.

Ele então passa a cantar a canções da banda e se torna um astro da música, mas sempre com um dilema ético e moral por assumir a autoria de obras que não são suas.

Essa é uma comédia romântica que os amantes do rock vão simplesmente adorar.

5. A Cinco Passos de Você (2019)

Direção: Justin Baldoni

Nessa produção, a trama gira em torno de uma garota e um garoto de 16 anos que fazem tratamento para fibrose cística, uma doença que os obriga a manter distância de dois metros um do outro.

Will e Stela se conhecem no hospital, se apaixonam e enfrentam enormes desafios. Assim, o filme retrata o drama de viver com uma doença grave e a impossibilidade de contato físico, enquanto a paixão só cresce entre os dois.

É recomendado para pessoas acima de 14 anos e ganhou nota 7,2 no IMDB, sendo bem aceito pelo público e crítica.

6. Meia-noite em Paris (2011)

Direção: Woody Allen

cena do filme Meia noite em Paris

Com roteiro e direção de Woody Allen, Meia-noite em Paris é um daqueles filmes que trazem crises existências combinadas com romance.

O filme mostra também a atmosfera do próprio cinema ao exibir Gil, um personagem que é um roteirista frustrado em Hollywood. Ao ir para a França com sua noiva e seus sogros, Gil intensifica os questionamentos sobre sua vida e seus sonhos.

Com ótima repercussão, o longa recebeu nota 7.7 no IMDB

7. Um Limite Entre Nós (2016)

Direção: Denzel Washington

Lançado em 2017, tem a direção de Denzel Washington, trazendo como protagonista a icônica Viola Davis e o próprio Denzel.

Se trata de uma história de época, passada nos anos 50, e conta sobre um casal negro e a luta por uma posição melhor na sociedade. O filho deles é um jovem que sonha em ser jogador de futebol americano, contrariando seu pai, que na juventude foi impedido de jogar baseball por ser negro.

O filme é uma adaptação de uma peça de teatro premiada de August Wilson e teve boa aceitação público e crítica, recebendo a nota 7,2 no IMDB.

8. Se a Rua Beale Falasse (2018)

Direção: Barry Jenkins

Esse é um romance dramático norte-americano baseado no livro de mesmo nome de James Baldwin.

O filme aborda o racismo e conta a história de Tish, uma mulher negra que tenta provar a inocência de seu marido, também negro, acusado e preso injustamente. Tish está grávida e busca livrar seu amor das grades antes do nascimento do filho.

Bem recebida pelo público e pela crítica, a produção tem nota 7,1 no IMDB.

9. À espera do Amanhã (2019)

Direção: Noble Lincoln Jones

À espera do Amanhã estreou em 2019 e mostra a história de amor de um casal idoso que vive um romance improvável.

Ed é um homem pessimista que passou boa parte da vida esperando por um desastre. Já Ronnie é uma consumista compulsiva que acumula coisas inúteis.

O enredo nos mostra que o amor é possível (e complicado) em todas as idades e mesmo com as neuroses de toda uma vida.

10. A Espiã (2008)

Direção: Paul Verhoeven

filme A espiã

A Espiã é um romance ambientado na Segunda Guerra. Nele acompanhamos a trajetória de Rachel Stein, uma cantora judia que está fugindo dos horrores do holocausto, tentando chegar à Holanda.

Ao ser a única sobrevivente em um ataque alemão, a moça assume outra identidade, passando a se chamar Ellis de Vries e se infiltrando entre os inimigos para ajudar seu povo.

A narrativa envolve suspense, drama e romance, além de dados históricos. O cineasta que assina a produção é o holandês Paul Verhoeven, responsável por outros filmes de sucesso, como Instinto Selvagem e O Homem Sem Sombra.

11. O Artista (2011)

Direção: Michel Hazanavicius,

O aclamado filme O Artista é uma produção de 2011 que venceu diversas categorias do Oscar e de outros prêmios importantes, como O Globo de Ouro e BAFTA.

O diretor Michel Hazanavicius inovou ao trazer a atmosfera dos anos 20 e 30 não apenas na história contada, mas também na forma, pois é um longa-metragem em preto e branco e mudo.

Através de uma história de amor, conta sobre a própria trajetória do cinema e a transição do cinema mudo para o cinema falado.

George Valentin é um ator decadente que faz filmes sem sonorização e se apaixona por uma jovem que está começando a carreira no cinema falado. Assim, a paixão do casal vive um conflito.

12. Além da Fronteira (2013)

Direção: Michael Mayer

Essa produção israelense traz o romance homoafetivo entre um jovem advogado israelense e um estudante palestino. Roy e Nimer se apaixonam logo que se conhecem, mas precisam enfrentar muitos desafios por conta de suas diferenças culturais e preconceitos.

O filme foi lançado em 2013 e foi muito bem recebido pela crítica, ganhando nota 7,5 no IMDB.

13. Simplesmente Amor (2003)

Direção: Richard Curtis

Simplesmente Amor se configura como um típico romance de sucesso dos anos 2000. Produzido em colaboração entre EUA, Irlanda, Reino Unido e França, traz Hugh Grant, Emma Thompson e o brasileiro Rodrigo Santoro no elenco.

São dez narrativas sobre o amor que formam um panorama de relações que se entrelaçam, revelando as dores e delícias de se apaixonar.

Apesar de levemente açucarado e flertar com um tipo de cinema "clichê", Simplesmente Amor exibe boas atuações e pode ser aquele filme despretensioso e perfeito para assistir em casal.

14. ABC do Amor (2005)

Direção: Mark Levin

cena do filme ABC do Amor

Essa singela história exibe as confusões emocionais do primeiro amor. Dirigido por Mark Levin, traz como protagonista Gabe Burton, um garoto de 10 anos que se apaixona por sua colega de caratê.

Se passa em Manhattan (tanto que recebeu o título original de Little Manhattan) e mostra como, mesmo ainda imaturo, o amor tem potencial de trazer transformações e dilemas.

Foi bem recebido pela crítica e público, sendo uma abordagem poética e comovente da passagem da infância para a adolescência.

Você também pode se interessar:

Publicado em
Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora, artista visual e fotógrafa. Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design.