Filme Cisne Negro


Carolina Marcello
Carolina Marcello
Mestre em Estudos Literários, Culturais e Interartes

Cisne Negro é um filme norte-americano de drama, suspense e terror psicológico, lançado em 2010. O longa-metragem de Darren Aronofsky foi bem recebido pela crítica e, anos depois, continua despertando a curiosidade do público.

Quer relembrar o Cisne Negro e conhecer algumas explicações e simbologias? Confira!

Atenção: este artigo contém spoilers acerca do desenlace do filme.

Resumo de Cisne Negro

Nina é uma jovem bailarina que sonha com um papel de destaque. Quando é escolhida para ser a protagonista do bailé O Lago dos Cisnes, sua vida se altera radicalmente.

Entre a repressão familiar, o ambiente tóxico no trabalho e a busca da perfeição, Nina desenvolve uma fixação pela nova colega de trabalho, Lily.

Todos estes fatores começam a afetar a sua saúde mental e acabam sendo a sua ruína. Na cena final, a protagonista morre em palco, escutando os aplausos.

Relembre o trailer legendado do filme:

Personagens e elenco

Nina Sayers (Natalie Portman)

Cisne Negro - Nina

A protagonista é escolhida para representar a Rainha dos Cisnes e, por isso, tem que interpretar os dois papéis: o Cisne Branco e o Cisne Negro. Delicada, gentil e competente, todos acreditam na sua capacidade para dançar o primeiro papel mas duvidam do segundo.

Com o tempo, começa a desenvolver alucinações motivadas pelo clima de constante pressão e violência psicológica no qual vive e trabalha. A insegurança, o ciúme e a loucura a transformam por completo. No final, acaba se suicidando no palco, assim como a personagem na peça.

Lily (Mila Kunis)

Cisne Negro - Lily

Lily é a nova colega de trabalho de Nina e também a sua rival. Embora tenham semelhanças físicas, são diferentes em tudo: a desenvoltura, o jeito de dançar, o modo de encarar a vida.

Com medo que Lily roube o seu lugar na companhia de dança e a atenção do diretor, Nina fica obcecada com ela. Assim, a moça começa a fazer parte das suas fantasias e acaba (supostamente) assassinada pela protagonista.

Erica Sayers (Barbara Hershey)

Cisne Negro - Erica

Erica, mãe de Nina, é uma mulher com claras perturbações psicológicas que vivem em função e através da filha.

Como teve que desistir da carreira de bailarina quando engravidou, exerce um enorme controle sobre Nina, incentivando-a a se dedicar por completo à dança.

Thomas Leroy (Vincent Cassel)

Cisne Negro - Thomas

Thomas é diretor da companhia de bailé e apresenta uma conduta tudo menos digna. Além de torturar as bailarinas (sobretudo Nina) com críticas e humilhações constantes, também as assedia sexualmente.

Pior: Thomas faz essas jovens lutarem pela sua atenção, acreditando que precisam do seu amor e favoritismo para terem sucesso.

Beth MacIntyre (Winona Ryder)

Cisne Negro - Beth

Beth é a antiga estrela da companhia de dança, que também tinha um caso com Thomas. Quando é forçada a se aposentar, e perante a ascensão de Nina, a bailarina tenta o suicídio.

Já sem sucesso e sem amor, ela deixa de conseguir dançar e fica numa cadeira de rodas. Nina, que admirava, vê em Beth um vislumbre do seu futuro.

Análise do filme Cisne Negro

O Lago dos Cisnes, de Tchaikovsky

O balé dramático O Lago dos Cisnes está sendo encenado durante o filme, inspirando e influenciando a narrativa. A obra de Tchaikovsky conta a história de Odette, uma princesa que foi transformada num cisne branco pelo mago Rothbart.

A maldição só pode ser quebrada através do verdadeiro amor. Siegfried, o príncipe que amava Odette, é seduzido pela filha do vilão, Odile (o Cisne Negro), e quebra o seu juramento de fidelidade.

O Lago dos Cisnes no London Coliseum
O Lago dos Cisnes no London Coliseum.

Na versão original, o casal acaba morrendo afogado. Noutras versões, conseguem derrotar o mago e alcançam um final feliz. O desenlace mais conhecido, no entanto, e aquele que é representado no filme, é o suicídio de Odette.

Todo este enredo se reflete na ação do longa-metragem, que já começa com um sonho de Nina no qual ela é Odete, enfeitiçada por Rothbart e transformada em cisne.

Ascensão de Nina e queda de Beth

Depois do seu sonho, Nina desabafa com a mãe, falando que quer mais visibilidade na companhia de dança. Essa é a primeira vez que vemos arranhões e marcas de sangue nas suas costas.

Nina roubando o batom de Beth
Nina roubando o batom de Beth.

Quando Thomas anuncia que está procurando uma nova protagonista para o próximo espetáculo, Beth, a antiga estrela, começa a fazer um escândalo. Nina entra no seu camarim e rouba um batom vermelho da diva, como um amuleto para dar sorte.

Durante a audição, o diretor começa a assediar a bailarina e tenta beijá-la. Nina reage mordendo o seu lábio, o que deixa surpreso. Embora ache que ela apenas é apropriada para interpretar o Cisne Branco, por causa de seu controle e disciplina, acaba escolhendo a jovem para o duplo papel.

Alegando que quer "soltá-la", o diretor aumenta as suas investidas sexuais e também o número de ensaios e de críticas severas. Na festa de apresentação da nova estrela da companhia, Beth aparece visivelmente abalada.

Beth vendo a apresentação de Nina.
Beth vendo a apresentação de Nina.

Acusando a moça de ter um caso com Thomas, percebemos que a mulher está apaixonada e foi abandonada por ele. Duas vezes rejeitada, no trabalho e no amor, tenta o suicídio e acaba no hospital, sozinha e sem conseguir andar.

A chegada de Lily e um triângulo trágico

É com a chegada de Lily que o suposto "triângulo amoroso" se completa. Enquanto Nina surge sempre de branco, representando Odette d'O Lago dos Cisnes, Lily seria Odile, sempre vestindo preto. A protagonista vê o seu reflexo numa porta do metrô, usando o mesmo penteado, e por segundos fica confusa.

Lily dançando.
Lily dançando.

Logo ela surge no camarim: trata-se de bailarina que acabou de ser contratada. Embora parecidas fisicamente, seus jeitos e comportamentos contrastam em tudo. As asas pretas tatuadas nas costas de Lily parecem confirmar a sua identificação com o Cisne Negro.

Nesta analogia, Thomas é simultaneamente o mago que transforma a protagonista em cisne e o príncipe capaz de salvá-la. Quando vê o diretor observando Lily dançar, Nina percebe que pode perder a sua posição.

Repressão familiar e relação obsessiva

Extremamente isolada, Nina apenas tem o trabalho e a sua mãe. Percebemos que o seu comportamento com a jovem é perturbador: ela trata Nina como se fosse uma criança, controlando e reprimindo as suas ações.

Nina e a mãe.
Nina e a mãe.

A cena em que pegamos a mãe pintando quadros com o rosto da filha e chorando resume o seu comportamento tóxico de projeção. A protagonista vive num quarto infantil e não tem direito a privacidade.

Perante toda a pressão, Nina se arranha nas costas, sem reparar. A mãe, violenta, corta as suas unhas à força, como se tratasse de uma menina desobediente.

Saúde mental de Nina

Desde o começo do filme notamos que algo está errado com a protagonista. Além de se ferir nos ombros repetidamente (nunca vemos o ato, só as marcas), começa a ter alucinações cada vez mais frequentes.

Depois de ver Lily no metrô, pela primeira vez, Nina se cruza com ela num túnel. No momento em que se aproxima, percebemos que o seu rosto se transforma no rosto da protagonista, sorrindo de força ameaçadora.

Duas versões de Nina se cruzam.
Duas versões de Nina se cruzam.

Mais à frente, o mesmo rosto ameaçador surge no espelho, com as unhas sujas de sangue, arranhando as próprias costas. Percebendo o cansaço e a frustração dos ensaios constantes, Lily fala mal do diretor para Nina, que o defende.

Ela a convida para sair e a leva para um bar onde lhe oferece álcool e drogas. No banheiro, Nina troca de roupa e veste uma blusa preta: o momento é carregado de simbologia.

Ainda na festa, enquanto as mulheres dançam e se divertem, vemos um flash de Nina caracterizada de Cisne Negro. A partir daí, uma mudança radical acontece na personagem. Seu comportamento se torna irreconhecível, cada vez mais confuso e errático.

A verdadeira Odile: transformação no Cisne Negro

Na mesma noite, a bailarina ignora as ligações da mãe e chega em casa com Lily (que Erica não vê entrar). Pela primeira vez, a protagonista enfrenta a mãe, gritando que precisa de privacidade e não tem mais 12 anos.

Em seguida, tranca a porta do quarto com um ferro. Lá dentro, se envolve sexualmente com a suposta rival. O momento parece representar uma espécie de libertação. Durante o ato, no entanto, o seu rosto vai se alternando com o rosto de Nina.

Nina e Lily se beijando.
Nina e Lily se beijando.

Na manhã seguinte, a Rainha dos Cisnes acorda atrasada e encontra Lily dançando no seu lugar. Thomas comunica que ela foi escolhida para ser sua substituta, caso alguma coisa aconteça. Vestida de preto, com ciúmes e machucada, Nina observa a troca de olhares entre o diretor e a bailarina.

Quando confronta Lily sobre ter sumido da sua casa na noite anterior. Ela fala que não foram embora da festa juntas e que foi apenas uma fantasia de Nina. Thomas, por seu lado, piora a situação, declarando à jovem; "Todas as bailarinas do mundo querem o seu papel".

Com medo de ser substituída, Nina ensaia até à exaustão, com alucinações cada vez mais violentas. Depois de um ensaio, vê Thomas e Lily fazendo sexo nos bastidores.

Nessa mesma noite, no quarto, os seus olhos vão ficando vermelhos e os arranhões nas costas dão lugar a penas, asas que vão surgindo.

Nina mata Lily no camarim.
Nina mata Lily no camarim.

No dia seguinte, na primeira apresentação do balé, Nina cai no palco. Todos brigam com ela e Lily está no camarim, vestida de Cisne Negro, pronta para assumir o papel. Furiosa, a protagonista se lança sobre ela e quebram um espelho. Com um dos cacos, apunha a rival e esconde o seu corpo no banheiro.

A partir desse momento, os seus olhos voltam a ser vermelhos. Enquanto dança, completa a sua transformação: vai ganhando penas e termina a cena com asas em vez de braços. No final, beija o diretor (seduz o príncipe Siegfried). A passagem vem confirmar: Nina é a verdadeira Odile, se transformou no cisne Negro.

Última dança: perfeição e morte

De volta ao camarim, enquanto a estrela se prepara para a última dança, alguém bate na porta: é Lily, para lhe dar os parabéns pelo número brilhante. Nesse momento, Nina percebe que o corpo da rival não está no banheiro e que, na verdade, apunhalou a si mesma.

Chorando, coloca a mão sobre o ventre e continua se arrumando. Já no palco, o sangue vai se alastrando pelo vestido, enquanto dança. Olhando a mãe na plateia, se lança do alto, simbolizando o suicídio do Cisne Branco.

Rodeada pelos colegas, encantados com a sua performance, Nina declara: "Eu fui perfeita!". Logo em seguida, ao som de aplausos, a bailarina morre. Para conquistar o sucesso, a protagonista foi levada a sacrificar o maior valor de todos: a própria vida.

Explicação do filme Cisne Negro

Aquilo que mais cativa o espectador em Cisne Negro são as perguntas que o filme deixa sem resposta evidente. O que foi real e o que foi imaginado? Como e por que razões essa tragédia aconteceu?

Mesmo que algumas questões fiquem em aberto, vale a pena explorarmos o significado do filme e tentarmos encontrar respostas.

Carreira de alta pressão e seus efeitos

Acima de tudo, o longa retrata os efeitos que um ambiente de alta pressão e extremamente competitivo pode ter na saúde mental de uma pessoa. Nina tem uma carreira com um alto nível de exigência, que se torna destrutiva, porque a protagonista quer alcançar o topo.

Por isso, ela vive para o trabalho, não tem relações pessoais, amizades ou interesses fora da dança. Além dos machucados no corpo, tem que suportar os avanços sexuais do diretor e a total inexistência de limites: humilhação, ensaios constantes, exaustão.

Focado no mundo do balé profissional, o filme mostra o desgaste físico e mental da profissão: Nina está sobre estress e ansiedade permanentes.

Amadurecimento tardio

Erica, a mãe da protagonista, é uma antiga bailarina que a empurra para a dança por causa do seu próprio sonho falhado, projetando nela as suas ambições. As duas vivem juntas e a mãe é controladora e superprotetora, infantilizando e manipulando a filha.

Percebemos que Nina não tem privacidade alguma e é sexualmente reprimida por conta da vigilância constante da mãe. O seu processo de amadurecimento parece estar estagnado e essa pode ser a origem dos seus problemas.

Assim, quando Nina decide ir para a festa com Lily, está desafiando a autoridade da progenitora, um comportamento que parece motivado por uma adolescência tardia. Na mesma noite, a sua cena íntima com a rival é, na verdade, uma fantasia que tem enquanto se masturba.

O ato, que não era permitido até ali, simboliza um ritual de passagem: Nina reclama a sua sexualidade porque é uma mulher adulta. Na manhã seguinte, quando sai do quarto, anuncia que vai morar sozinha. Mais à frente, joga todos os seus brinquedos no lixo.

Alucinações e busca da perfeição

Desde o começo conseguimos perceber que Nina já teve problemas psicológicos, seja pela vigilância da mãe ou pelas suas marcas de automutilação nos ombros. Em várias cenas do filme, cada vez com mais intensidade, o seu reflexo vai surgindo como uma ameaça.

Seja no espelho ou na rua, Nina vê apareceir a imagem de uma mulher igual a ela, vestida sempre de preto, que parece desafiá-la. Essa dualidade culmina com a cena em que Nina luta contra si mesma, quebra o espelho e se fere com um pedaço.

Há um lado sombrio da sua mente que a protagonista não consegue controlar e que vai se apoderando dela, até dominar por completo. Sabemos que o que a move é o desejo da perfeição e que, para isso, precisa interpretar os dois papéis de forma inquestionável.

O Cisne Negro precisava ser ameaçador, perigoso, sensual; tudo que Nina não era. Para chegar até à personagem, a protagonista precisa se aproximar do seu lado pior, a sua "gêmea má".

Ela deixa que a pressão e as suas emoções negativas tomem conta de si, para conseguir executar o trabalho sem nenhuma falha. O preço que paga pela perfeição é a própria vida.

Ciclo de sucesso e destruição

O que assistimos não é apenas um filme sobre uma mulher que enlouquece e acaba se matando. Aqui, o que está em jogo é o processo lento de desgaste físico e mental de uma bailarina de sucesso. Antes de Nina, Beth também foi uma bailarina "perfeita", que conquistou os aplausos do público e o amor de Thomas.

Com o tempo, a antiga diva foi envelhecendo e perdendo os seus seguidores. Logo, para Nina se tornar a bailarina principal, Beth teve que se aposentar e também perdeu a atenção do diretor. Por tudo isso, ela acaba tentando o suicídio. Quando Nina vai visitá-la e fala que ela era perfeita, ela nega e responde que "agora é nada". Em seguida, se fere no rosto como uma faca (possível alucinação).

Nina vê em Beth uma miragem do futuro que quer evitar a qualquer custo. Por outro lado, Lily é a sua inspiração para a personagem Cisne Negro e também a sua possível sucessora. Num ambiente de forte competição feminina, Nina a encara como rival e alguém que vai roubar o seu lugar.

Podemos prever que se o filme continuasse, talvez Lily fosse a nova estrela e terminasse de um jeito trágico, como as suas antecessoras. Deste modo, Cisne Negro ilustra um ciclo de busca da perfeição que conduz à ruína e, em última instância, à morte.

Ficha técnica e cartaz do filme

Título Cisne Negro (Black Swan, no original)
Ano da produção 2010
Direção Darren Aronofsky
Lançamento 2011
Duração 108 minutos
Classificação Maiores de 16 anos
Gênero Drama, Mistério, Suspense
País de origem Estados Unidos da América
Premiações Oscar de Melhor Atriz, Globo de Ouro, BAFTA

Cartaz do filme Cisne Negro.

Cultura Genial no Spotify

Se você é fã de música clássica ou está procurando uma playlist para acompanhar a sua leitura, confira a arrepiante trilha sonora do filme Cisne Negro:

Conheça também

Carolina Marcello
Carolina Marcello
Mestre em Estudos Literários, Culturais e Interartes (2014) e licenciada em Estudos Portugueses e Lusófonos (2011) pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.