Filme A Casa, da Netflix


Carolina Marcello
Carolina Marcello
Mestre em Estudos Literários, Culturais e Interartes

A Casa (Hogar, no original) é um filme espanhol de suspense, escrito e dirigido pelos irmãos David e Àlex Pastor.

Lançada em março de 2020 na Netflix, a produção espanhola tem atingido um grande sucesso internacional e sido comparada ao filme de terror O Poço, disponível na mesma plataforma, que se tornou imediatamente viral.

Pela temática, o longa também aparenta ter referências bastante atuais e presentes no nosso imaginário coletivo. Um exemplo é o filme Coringa, pelo seu retrato brutal de um homem enlouquecido.

Outro é o sul-coreano Parasita, o longa-metragem angustiante e genial que venceu o Oscar de Melhor Filme e conquistou fãs pelo mundo inteiro.

Sinopse e trailer do filme A Casa

Javier Muñoz é um homem que perdeu o emprego e é forçado a mudar de casa, por não ter mais dinheiro para pagar o aluguel.

Enquanto a sua vida financeira e familiar começa a entrar em derrocada, ele desenvolve uma obsessão pelos novos moradores do local e o seu comportamento vai se tornando cada vez mais perigoso.

Confira o trailer aqui:

Atenção: a partir deste ponto, você vai encontrar spoilers sobre o desenlace do filme!

Final do filme A Casa: explicação e significado

As cenas finais do filme parecem estabelecer um paralelo com as iniciais: trata-se de um retrato estereotipado e comercial da harmonia familiar. Javier vive em uma nova mansão com Lara e Mônica, a criança, e olha pela janela, como fazia na casa antiga.

Até ali, tudo indica que o assassino conseguiu o seu final feliz, roubando a vida de Tomás para se sentir realizado. No entanto, os últimos segundos do filme fazem o espectador questionar tudo por causa de um pequeno detalhe: a torneira da cozinha pingando.

Final do filme: A Casa, torneira pingando.

Em um cenário idílico, perfeito, existe algo de errado, que está perturbando a paz. Aquele barulhinho, constante e repetitivo, também estava presente no antigo apartamento suburbano. A imagem, retomada no final, parece ser uma metáfora para o estado mental de Javier que continua piorando aos poucos.

Depois de ter destruído Tomás, e mesmo tendo conseguido tudo o que queria, Javier continua sendo o mesmo homem. Assim, podemos supor que o tempo e a rotina poderão causar novos surtos de violência no protagonista que demonstra sinais de psicopatia.

Análise do filme A Casa: temas principais

O nascimento de um stalker perigoso

A Casa segue uma fórmula já conhecida pelos amantes de thrillers: o filme segue a história de um stalker. A narrativa é contada a partir do ponto de vista de Javier, alguém que enlouquece e começa a perseguir um desconhecido.

Frame do filme A Casa.

O começo do longa-metragem nos apresenta um homem de meia idade que está entrando em uma crise generalizada. Sem emprego, sem dinheiro e distanciado emocionalmente da família, a sua saúde mental vai piorando visivelmente.

Totalmente deprimido, o antigo publicitário passa os dias no novo apartamento suburbano, vendo comerciais na TV e escutando a goteira da cozinha. Aos poucos, o isolamento e a rotina destrutiva vão tomando conta do homem, que se convence que tem que ter sucesso a qualquer preço.

É a partir desta fórmula de raiva, inveja e frustração que Javier passa de pai de família a assassino sem escrúpulos.

A casa como um símbolo de status

A verdade é que Javier se recusa a aceitar que a sua vida não é mais a mesma e que perdeu a posição confortável de antes. Para ele, a casa luxuosa que habitava era um símbolo de poder, de status, o sinal de que era um vencedor.

Como se fizesse parte da sua própria identidade, o homem não consegue se separar do local, depois de ter perdido tudo. O filho também fica zangado por ter que sair de lá e revela que seus companheiros de escola fazem piadas com a situação do pai.

Frame do filme A Casa: Mara e Javier

Mara, a esposa, consegue dar a volta por cima rápido, afirmando que são apenas "quatro paredes". Instalada no apartamento menor, ela arruma um emprego e tenta motivar o marido. Javier, no entanto, não aceita a sua condição atual:

Não é se adaptar, é se render...

Frame do filme A Casa.

Na tentativa desesperada de recuperar tudo que perdeu, o protagonista encontra uma forma de continuar frequentando a antiga casa. No início, ele apenas age como se ainda morasse no local, alimentando a ilusão de que nada mudou.

Javier e Tomás: perseguição e inveja doentia

Aos poucos, a obsessão de Javier pela casa se volta para os habitantes, principalmente o pai da família, Tomás. De alguma forma, ele parece representar o seu passado, ou até uma visão idealizada do que ele queria ser.

Tomás é mais jovem, extremamente bem-sucedido e com estabilidade financeira, trabalhando como Vice-presidente de uma grande transportadora. Além de viver naquela casa, ele tem uma família unida e que aparenta ser muito feliz, algo que contrasta com a frieza nos relacionamentos de Javier.

Espiando o seu computador, e motivado pela inveja, ele vai descobrindo os pontos fracos do desconhecido. Assim, rapidamente consegue estabelecer uma amizade com ele, fingindo que também é um alcoólatra em recuperação.

Frame filme A Casa.

Já Tomás, que é ingênuo e quer ajudar, revela rapidamente as suas fraquezas e vulnerabilidades: trabalha com o sogro, o casamento já esteve em risco por causa do álcool, tem uma alergia mortal a amendoins.

Isso parece ser o necessário para que o stalker arruíne tudo. Quando conhece Lara, a sua esposa, o protagonista não esconde aquilo que está sentindo:

Admiro a sua força e invejo a sorte dele!

Assim, vai ficando evidente que Javier que roubar a vida de Tomás, ocupar o lugar dele, não só na casa como na sua família. Ele chama a isso o seu "projeto secreto" e revela que foi suficiente para retirá-lo do estado de letargia anterior.

Depois da apatia, ele vai se tornando cada vez mais perturbado e violento, algo metaforizado pela imagem de Javier sorrindo com a boca cheia de sangue.

Frame do filme A Casa.

Depois de elaborar vários planos para afastar Tomás de Lara e da filha, o criminoso vai ao seu emprego, provocar confusão de propósito.

Enquanto é agredido, ele ri pois sabe que está mais perto de derrubar o seu inimigo. Este ódio irracional vai aumentando com o decorrer da narrativa, causando medo e ansiedade no espectador.

Matar por dinheiro e poder: a ganância de Javier

Quando o jardineiro Damian tenta chantagear Javier, acaba libertando a sua fúria assassina: o protagonista consegue sabotar o seu equipamento e causar um "acidente" mortal.

Provando que está disposto a tudo para vencer, ele consegue causar uma recaída em Tomás e fazer com que Lara fique com medo do marido. De forma premeditada, compra latas de spray de pimenta e sabota uma delas, para provocar uma crise alérgica no rival.

Assim, Javier quase consegue matar Tomás sem sujar as próprias mãos, já que é Lara que despeja o líquido em cima dele. No entanto, percebendo que ele ainda está vivo, o protagonista consegue sufocá-lo.

No final do ato, declara que Tomás não as merecia; depois de matar o dono da casa, o stalker corre para abraçar a esposa e a filha do outro, como se fosse um herói ou salvador.

Frame do filme: Javier com Lara e Monica.

Não foi, no entanto, a carência que o conduziu ao crime. Momentos antes, podemos ver Javier abandonando a mulher e o próprio filho, sem qualquer explicação ou gesto de carinho. Eles parecem pertencer a uma vida que despreza e quer deixar para trás.

Pouco tempo depois, vemos Javier levando a criança na escola. Casado com Lara, parece ser um pai presente, e conseguiu um bom trabalho graças ao sogro.

Quando Marga descobre o assassinato e tenta conversar com ele, Javier ameaça deixar os dois sem casa e comida. Aí se torna ainda mais notório que ele não se importa com valores como amor ou família, apenas dinheiro, aparência e poder.

Resumo do filme A Casa

Cenas iniciais do filme

O filme começa com um pai chegando em casa e abraçando a mulher e os filhos, em um retrato perfeito da harmonia familiar.

Logo o espectador percebe que aquilo se trata de um comercial criado por Javier, um publicitário de meia idade que está mostrando o seu portfólio durante uma entrevista de emprego.

Na entrevista, o homem revela que foi demitido da empresa antiga e está há um ano sem trabalho. De forma bem humilhante, os jovens empresários o rejeitam e falam que ele é velho e já está ultrapassado.

Javier perdeu o emprego e a casa

Mais tarde, a sua esposa, Marga, sugere que eles se mudem para uma casa com aluguel mais barato, para sobreviverem à crise. Embora não aceite no começo, Javier é levado a acatar e a família se muda para um apartamento menor.

Já o filho adolescente fica cada vez mais zangado e distante do pai, contando que sofre bullying por causa da sua demissão. Quando se mudam, o protagonista dá carona para a empregada doméstica e a demite; a mulher fica zangada e joga as chaves da casa antiga em cima dele.

No apartamento suburbano, Marga e o filho seguem com suas vidas. O garoto começa a frequentar uma escola nova e a esposa passa a trabalhar com vendedora em uma loja de roupa. Enquanto isso, Javier começa a se afundar em um estado profundo de depressão e apatia.

Obsessão pelos novos moradores

Quando encontra a chave no chão do seu carro, o homem decide espiar a casa antiga e vê, na janela, uma família feliz. Durante o dia, enquanto todos estão fora, usa a chave para entrar na casa e investigar tudo.

Com acesso ao computador do novo morador, Tomás, ele descobre o seu passado como alcoólatra. Assim, começa a frequentar o mesmo grupo de apoio e conta uma história parecida com a sua, para o manipular.

Depois de algum tempo, eles acabam ficando amigos e Tomás aceita ajudá-lo no processo. É aí que leva Javier para jantar na sua casa e conhecer a sua família, Lara e Mônica.

Nesses diálogos, Tomás revela muito sobre a sua vida, confessando que trabalha para o sogro, que sua relação teve problemas no passado e até que tem uma alergia mortal a amendoins.

Na saída, Javier é reconhecido pelo jardineiro, que começa a chantageá-lo. Para se livrar dele, o protagonista adultera o cortador de relva, que acaba explodindo nas mãos do homem.

Perseguição, morte e vida nova

A partir desse momento, o protagonista coloca seus planos maléficos em ação. Primeiro bate com o carro e pede ajuda de Tomás, que fica com roupa com cheiro de álcool. Nesse momento, ele aproveita a confusão e envia um e-mail falso através do celular, para incriminá-lo.

Em seguida, Javier se encontra com Lara e fala que Tomás teve uma recaída, mostrando o e-mail que escreveu. Não satisfeito com isso, ele vai no trabalho do empresário e o provoca até que Tomás se descontrola e o agride, causando um escândalo.

Javier também compra duas latas de spray de pimenta e injeta óleo de amendoim numa delas, que entrega para Lara, alegando que é para sua proteção. É então que ele decide abandonar a família de repente, sem nenhum tipo de justificativa ou desculpa.

Tomás tem uma recaída e tenta entrar em casa, provocando o pânico da esposa, que lança o spray de pimenta na sua cara. O homem desmaia e Lara pensa que assassinou o marido; quando Javier liga, ela pede o seu socorro.

O criminoso aparece, liga para a emergência e troca a lata por uma que não foi adulterada. Quando repara que Tomás ainda está vivo, ele o sufoca com as mãos, sem que a mulher perceba.

No final, Javier casa com Lara, ajuda a criar a sua filha, consegue um ótimo trabalho e a família se muda para uma nova mansão.

Conheça também

Carolina Marcello
Carolina Marcello
Mestre em Estudos Literários, Culturais e Interartes e licenciada em Estudos Portugueses e Lusófonos pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.