Música Can't help falling in love


A música romântica Can't help falling in love, imortalizada pela voz de Elvis Presley, pertenceu a trilha sonora do filme Blue Hawaii (1961). 

A Revista Rolling Stone classificou a canção como a 5ª melhor música de Elvis de todos os tempos enquanto a revista da Billboard elegeu a música como a 50ª canção de casamento mais popular.

Apesar de ter ficado famosa pelo rei do rock, a música foi composta por Hugo Peretti, Luigi Creatore e George David Weiss com base na criação francesa Plaisir d'amour, uma composição popular criada em 1784 por Jean-Paul-Égide Martini.

Até hoje a canção de amor embala apaixonados nos quatro cantos do planeta.

Letra e análise

Wise men say, only fools rush in
But I can't help, falling in love with you
Shall I stay? Would it be a sin
If I can't help, falling in love with you?

Like a river flows, surely to the sea,
Darling, so it goes somethings are meant to be.
Take my hand, take my whole life too.
For I can't help, Falling in love with you

Like a river flows, surely to the sea
Darling so it goes, somethings are meant to be
Take my hand, take my whole life too.
For I can't help falling in love with you.

For I can't help falling in love with you.

Os primeiros versos da música dizem que os "homens espertos não se apaixonam". O eu-lírico parte desta premissa para se diferenciar do grupo e afirmar que caiu nos encantos de uma mulher. Apesar de sentir-se um tolo por ter sido flechado pelo cupido, ele diz que não é possível fugir do afeto provocado pela amada pois ela já ocupa seu coração e a sua mente. 

Depois de constatar a paixão, o sujeito se pergunta se deve seguir em frente e abraçar o sentimento ou se o mais seguro é fugir. A pergunta "Shall I stay?" ("Eu deveria ficar?"), ele responde que já não consegue ir embora e evitar o envolvimento:

Would it be a sin (Seria um pecado)
If I can't help (Se eu não consigo evitar)
Falling in love with you? (Me apaixonar por você?)

Os apaixonados reconhecem bem essa sensação de não ter outra hipótese. Parece que o corpo e a razão compelem para um só destino: o amado. Os pensamentos se tornam repetitivos e habitados, a razão por vezes desaparece dando lugar a uma necessidade constante da presença e do afeto do outro.

A balada sublinha diversas vezes a incapacidade do sujeito de resistir à paixão. O eu-lírico toma o arrebatamento como uma sina traçada, um percurso natural e sem volta, análogo ao ciclo da natureza. Assim como um rio corre em direção ao mar, a paixão pela amada está destinada a acontecer: 

Like a river flows (Como um rio que corre)
Surely to the sea (Certamente para o mar)
Darling, so it goes (Querida, é assim)
Some things are meant to be (Algumas coisas estão destinadas a acontecer)

A mensagem final é de entrega total e absoluta, de corpo e alma, de um apaixonado decidido a viver todas as dores e delícias que só o amor romântico pode proporcionar. A parte final da letra é, ao mesmo tempo, um convite e um pedido direcionado a amada:

Take my hand (Pegue minha mão)
Take my whole life too (Tome minha vida inteira também)
For I can't help (Porque eu não consigo evitar)
Falling in love with you (Me apaixonar por você)

Por tratar de um tema tão frequente - o amor - embora a partir de uma abordagem tão delicada e singular, a música acabou caindo nas graças do público e vem sendo adotada por uma série de casais ao redor do globo. 

Can't help falling in love é conhecida por embalar pedidos de namoro e casamento, além de ser trilha sonora de datas românticas desde os anos sessenta até os dias de hoje. 

Bastidores da criação

As músicas que compunham a trilha sonora do filme Blue Hawaii foram gravadas entre 21 e 23 de março de 1961, em Hollywood, na Radio Recorders Studio.

A música romântica Can't help falling in love foi gravada em um único dia e, apesar de alguns produtores não terem gostado originalmente da canção, Elvis insistiu para que ela fosse gravada. 

Hugo Peretti, Luigi Creatore e George David Weiss criaram a composição especialmente para o filme. Ernst Jorgensen, produtor e especialista na história de Elvis, afirmou a respeito da relação do rei do rock com a música:

A ambição e a concentração que ele colocou em uma maratona de 29 tomadas de "Can't Help Falling in Love" no último dia de gravação sugeriram a seriedade com que ele levou a linda e íntima balada. Quando ele terminou, parecia já ciente de que havia criado um clássico.

A melodia foi inspirada na canção francesa Plaisir d'amour, composição por Jean-Paul-Égide Martini quase dois séculos antes da criação norte-americana.

A letra, por sua vez, não tem nada a ver com a versão original. Na criação do francês o enredo gira em torno de um amor que acaba (a música é uma espécie de lamento "O prazer do amor dura apenas um momento / O pesar do amor dura toda a vida").

Na composição entoada por Presley, a abordagem é muito mais solar, fala-se da paixão e da impossibilidade de fuga diante do enamoramento. 

Tradução

Homens sábios dizem que só os tolos se apressam
Mas eu não consigo evitar me apaixonar por você
Eu deveria ficar? Seria um pecado
Se eu não conseguir evitar me apaixonar por você

Como um rio que corre certamente para o mar
Querida, é assim que algumas coisas estão destinadas a acontecer
Pegue minha mão, pegue minha vida inteira também
Porque eu não consigo evitar me apaixonar por você

Como um rio que corre certamente para o mar
Querida, assim algumas coisas estão destinadas a acontecer
Pegue minha mão, pegue minha vida inteira também
Porque eu não consigo evitar me apaixonar por você

Porque eu não consigo evitar me apaixonar por você

Sobre o filme Blue Hawaii

Lançado em 1961, o filme Blue Hawaii (traduzido para o português do Brasil como Feitiço havaiano) foi dirigido por Norman Taurog e escrito por Allan Weiss e Hal Kanter.

O longa metragem apresenta uma cena embalada com a música romântica Can't help falling in love.

Cartaz do filme Blue Hawaii. 
Cartaz do filme Blue Hawaii. 

A cena que abriga a canção Can't help falling in love possui três personagens centrais: o protagonista Chad Gates (interpretado pelo próprio Elvis Presley), a namorada Maile Duval (interpretada por Joan Blackman) e Sarah Lee Gates, a avó da sua namorada (Angela Lansbury).

Na tomada, Chad canta em homenagem a avó da namorada, que comemora seu aniversário naquele dia:

Trilha sonora do filme

As músicas presentes em Blue Hawaii foram gravadas em um álbum. A coletânea foi um sucesso de vendas nos anos 60 nos Estados Unidos.

Capa do álbum Blues Hawaii.
Capa do álbum Blues Hawaii.

O que você sabe sobre Elvis Presley?

Elvis Aaron Presley, conhecido no meio artístico apenas como Elvis Presley, nasceu no dia 8 de janeiro de 1935, no berço de uma família humilde, em Tupelo (Mississippi, Estados Unidos).

Seu primeiro contato com a música foi em uma igreja gospel e, devido ao seu interesse notório, a mãe (Gladys) ofereceu-lhe um violão no seu aniversário de onze anos.

Presley foi cantor e ator, tendo alcançado a fama nos anos cinquenta tanto no rádio, quanto na televisão e no cinema. 

Seu primeiro single data de 1954 (intitulado That's all right) e seu primeiro filme foi lançado dois anos depois (Love Me Tender). Ao longo da carreira, Elvis estrelou 31 filmes e 2 shows documentários e recebeu três Grammys.

A música Can't help falling in love, criada em 1961, foi lançada quando Elvis tinha vinte e seis anos e era frequentemente utilizada pelo cantor para encerrar os shows.

Em 1967, o astro do rock casou-se com Priscilla Beaulieu e juntos tiveram uma única filha, Lisa Marie. O casal divorciou-se em 1973. 

Família
Priscilla Beaulieu, Lisa Marie e Elvis Presley.

Presley morreu jovem, com apenas 42 anos, no dia 16 de agosto de 1977, no banheiro da sua mansão conhecida como Graceland, situada em Memphis, no Tennessee (Estados Unidos).

A causa da morte foi um ataque cardíaco possivelmente provocado pela ingestão excessiva de medicamentos. Seu último show havia sido realizado em junho de 1977, em Indianapolis, Indiana (Estados Unidos).

Elvis

Outras gravações

Apesar de ter sido consagrada na voz do rei do rock, Can't help falling in love foi regravada por diversos artistas, entre eles:

UB40

O grupo britânico criado no final dos anos setenta regravou o clássico de Elvis com uma pegada de reggae, no seu álbum Promises and lies (1993).

Ingrid Michaelson

A cantora norte-americana lançou o álbum Be ok em outubro de 2008, o clássico de Presley é a nona faixa do CD.

Pentatonix

Pentatonix é um grupo norte-americano que canta a capela. A versão sem instrumentos de Can't help falling in love está gravada no recente álbum PTX, Vol. IV - Classics, lançado em 2017.

Andrea Bocelli

O cantor italiano Andrea Bocelli decidiu gravar a canção de Presley no seu décimo primeiro álbum de estúdio. O CD que abriga a faixa chama-se Amore e foi lançado em 2006.

Michael Bublé

O cantor de jazz canadense gravou Can't help falling in love no seu CD With Love, lançado em fevereiro de 2006. 

Julio Iglesias

A música que abre o álbum Starry Night (1990), do cantor espanhol Julio Iglesias, é justamente Can't help falling in love.

Conheça também