Frase Conhece-te a ti mesmo


Rebeca Fuks
Doutora em Estudos da Cultura

Em grego transliterado (no original) a frase é "gnōthi seauton" (traduzido para o português como "conhece-te a ti mesmo").

A oração já foi atribuída a Sócrates, a Tales de Mileto e a Pitágoras. A verdade é que não se sabe ao certo a autoria da inscrição presente na entrada do Santuário de Delfos (situado na Grécia Antiga). 

Origem da frase

A frase "Conhece-te a ti mesmo" estava inscrita na porta de entrada do Templo de Delfos a fim de estimular a reflexão dos gregos antigos. 

Localizado na Grécia, na cidade de Delfos, o templo originalmente era dedicado a Apolo, deus da luz, da razão e do conhecimento verdadeiro, o patrono da sabedoria.

Oráculo de Delfos.
Oráculo de Delfos.

Em latim a frase foi traduzida para "nosce te ipsum" e em inglês "know thyself". Existem algumas variantes dependendo da tradução realizada, como por exemplo "conhece a si mesmo".

Não se sabe com precisão quem foi exatamente o autor da frase, há suposições de que ela tenha sido proferida por Sócrates, Pitágoras, Heráclito ou até mesmo Tales de Mileto. 

Significado da frase

A oração convida o leitor a promover um auto-conhecimento e uma investigação das suas próprias profundezas de modo a lidar melhor consigo e com o mundo ao redor.

Essa linha de pensamento está em sintonia com o que propagava Sócrates. De acordo com o filósofo, nenhum ser humano conscientemente é capaz de agir com maldade, se o faz é por puro desconhecimento de si. 

Possíveis interpretações

"Conhece-te a ti mesmo" pode ter múltiplas interpretações. Pode servir desde uma espécie de aviso (no sentido de ter cautela e conhecer os seus próprios limites) como também pode sugerir um simples convite para se conhecer mais a fim de lidar melhor com aqueles que estão a sua volta. 

Há quem diga que a frase significa algo muito além de conhecer a si mesmo. A oração também pode querer dizer "lembra-te de quem és", invocando a memória do passado para fixar a identidade do sujeito.

Outra interpretação possível é "reconheça o seu lugar no Cosmos" e compreenda que você é uma pequena peça de um sistema muito mais amplo que funciona com você, mas também apesar de você.

Em síntese, podemos pensar na oração tanto com um sentido unicamente individual quanto com um propósito final coletivo. 

A frase completa é, na realidade, "conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses", o que faz com que a filosofia ganhe um sentido ainda mais amplo. 

Outro lema presente Santuário de Delfos: Mēdén Ágan

Junto com "gnōthi seauton", inscrito no Santuário de Delfos, está "Mēdén ágan", que em português significa "Nada em excesso". Em Protágoras, Platão elogiou os dois ensinamentos lacônicos presentes em Delfos. 

Sucintas, as duas orientações breves dão instruções filosóficas de como os gregos deveriam conduzir as suas próprias vidas.

A primeira reflexão ("Conhece-te a ti mesmo") pode ter múltiplas leituras, enquanto a segunda ("Nada em excesso") conduz a um ensinamento mais prático: afaste-se de qualquer tipo de vício, não se torne refém de um hábito. 

Sócrates e o oráculo

A história nos conta que havia uma tradição na Grécia Antiga de consultar o oráculo para se ter acesso a verdade. O oráculo costumava ser uma mulher, chamada sibila. 

Sócrates, conhecido por sua vasta sabedoria e considerado o pai da Filosofia, dirigiu-se então ao Templo em Atenas, porque desejava saber o que era um sábio e se ele próprio poderia ser considerado um.

O oráculo, ao receber as suas dúvidas, questionou: "O que você sabe?". Sócrates teria respondido "Só sei que nada sei". O oráculo, ao ouvir a resposta do humilde filósofo, rebateu: "Sócrates é o mais sábio de todos os homens, pois é o único que sabe que não sabe."

Busto de Sócrates.
Busto de Sócrates.

Filme Matrix

Quem assistiu do primeiro filme da saga Matriz, lançado em junho de 1999, deve se lembrar de uma cena em que Neo encontra o oráculo pela primeira vez. 

Neo (interpretado por Keanu Reeves) é levado pelo guia Morpheus (interpretado por Laurence Fishburne) para ouvir o oráculo (Gloria Foster). Lá lhe é transmitida a reflexão "Conhece-te a ti mesmo".

Confira a cena abaixo:

Conheça também

Rebeca Fuks
Graduada em Letras, mestre em Literatura e doutora em Estudos de Cultura, trabalhou durante dez anos como editora assistente e executiva em editoras no Brasil e em Portugal.