Frase O essencial é invisível aos olhos


Rebeca Fuks
Rebeca Fuks
Doutora em Estudos da Cultura

A frase "O essencial é invisível aos olhos" foi retirada do livro O pequeno príncipe, um clássico da literatura escrito pelo aviador francês Antoine de Saint-Exupéry.

A frase original é "L’essentiel est invisible pour les yeux", para o inglês a oração foi traduzida como "what is essential is invisible to the eye".

O essencial é invisível aos olhos

Significado e contexto da frase

A frase "O essencial é invisível aos olhos" é proferida pela raposa, que se vangloria por ser guiada pelos afetos e por seguir os seus sentimentos. Segundo o ensinamento do fofo animal, o instinto deveria vir a frente da razão.

O pequeno príncipe logo a seguir repete a oração da raposa, de modo a fixá-la na mente. A passagem completa que contém a reflexão é a seguinte:

- Adeus, disse a raposa. Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos.
- O essencial é invisível para os olhos, repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.

A oração sublinha que devemos deixar de fora as superficialidades e explorar o que realmente importa: aquilo que vai no interior.

O que a raposa personifica é uma importante lição para o pequeno príncipe e para todos nós: a verdadeira beleza está do lado de dentro, por isso não é possível acessa-la com os olhos.

Em poucas linhas o leitor se depara com uma sabedoria profunda traduzida a partir de uma forma simples. A filosofia da raposa é fruto de muito auto-conhecimento, que permite a ela perceber que o que se leva da vida são as atitudes, e não a aparência superficial, meramente estética.

A reflexão da raposa propõe uma primazia do sentir e do agir sobre o ver. Ao dar prioridade ao que vem do nosso interior, a raposa minimiza a importância daquilo que podemos ver, dando menos valor a forma física e mais valor ao que vai na alma, no espírito.

O âmago ganha uma importância sem precedentes, ao contrário do que estamos habituados a ver no nosso cotidiano (o culto ao corpo, à imagem, à aparência em super exposição nas redes sociais).

A frase "O essencial é invisível aos olhos" foi publicada no livro O pequeno príncipe, lançado no dia 6 de abril de 1943, em Nova Iorque. A publicação francesa só surgiu três anos depois da versão americana, no ano de 1946.

Primeira edição do livro.
Primeira edição do livro The Little Prince.

A história do livro é simples: um piloto cai em meio ao deserto do Saara e lá encontra um pequeno príncipe que o induz a uma série de reflexões filosóficas.

É interessante observar que a experiência parece ter surgido de uma história real. O escritor Antoine de Saint-Exupéry havia passado por uma situação semelhante quando aterrou de emergência no deserto do Saara.

Antoine de Saint-Exupéry era piloto.
Antoine de Saint-Exupéry era piloto.

O livro O pequeno príncipe se tornou rapidamente um clássico da literatura infantil e paulatinamente foi sendo descoberto pelos adultos, que enxergaram nele um poço de sabedoria traduzida a partir de uma linguagem singela.

Quebrando recordes

O pequeno príncipe é o quinto livro mais vendido do planeta. Ele está apenas atrás da Bíblia, de Um conto de duas cidades (Charles Dickens), de Xinhua Zidian (dicionário de caracteres chineses) e de Dom Quixote (Cervantes).

É o título francês comercialmente mais bem sucedido, estima-se que o livro tenha vendido mais de 145 milhões de exemplares.

O sucesso de vendas foi tal que a obra de Exupéry está traduzida para cerca de 210 idiomas se tornando o terceiro livro mais traduzido da história.

Descubra mais sobre o Livro O Pequeno Príncipe.

Audiobook

O livro O pequeno príncipe está disponível em formato audiolivro:

Adaptações para o cinema

Foram alguns os filmes de longa e curta metragem criados a partir do livro, selecionamos as três versões mais celebradas da história do cinema.

Malenkiy prints, versão de 1966

A primeira adaptação cinematográfica foi realizada pelo diretor lituano Arünas Zebriünas.

Cartaz do primeiro filme.
Cartaz do primeiro filme.

The Little Prince, versão de 1974

A segunda versão para o cinema foi um longa metragem musical feito em parceria entre os Estados Unidos e o Reino Unido.

Quem assinou a direção do filme foi Stanley Donen, que já havia dirigido o clássico Cantando na chuva, de 1952.

Le Petit Prince, versão de 2015

A animação computadorizada de origem francesa inspirada no livro de Exupéry foi dirigida por Mark Osborne e lançada em agosto de 2015. Confira o trailer:

Leia o livro na íntegra

O pequeno príncipe está disponível para download gratuito.

Tatuagens "O essencial é invisível aos olhos"

A frase "O essencial é invisível aos olhos" ficou tão conhecida que uma série de tatuagens começaram a surgir em homenagem a filosofia da raposa ensinada ao pequeno príncipe.

Tatuagem

Tatuagem

Tatuagem

Produtos com a frase "O essencial é invisível aos olhos"

A frase também estampa uma série de produtos dos mais variados tipos, entre eles placas decorativas, almofadas, camisetas, canecas e luminárias.

Quadro decorativo
Placa decorativa.
Caneca.
Caneca.
Caixa de madeira.
Caixa de madeira iluminada.
Camisa.
Camisa.
Almofada.
Almofada.
Quadro.
Quadro.

Sobre Antoine de Saint-Exupéry

Nascido em Lyon, na França, no dia 29 de junho de 1900, Antoine de Saint-Exupéry era filho de um casal de condes e sempre foi apaixonado por aviação.

O francês que ficou conhecido por criar um dos maiores livros da literatura infantil também era piloto profissional, tendo pertencido inclusive a Aeronáutica Francesa. Além de ter criado ficção, escreveu ensaios autobiográficos baseados na sua experiência pessoal na aviação.

Pouco se sabe da morte de Saint-Exupéry ocorrida no dia 31 de julho de 1944, quando o autor tinha apenas 44 anos. Antoine pilotava no Mediterrâneo e simplesmente desapareceu. Especula-se que a sua morte tenha se tratado de um suicídio, embora a região fizesse com que a suspeita de abate militar fosse igualmente possível.

Os destroços do avião (incluindo o número de série: 2734-L) só foram encontrados 54 anos mais tarde, em 1998, no mar Mediterrâneo. O corpo de Antoine jamais apareceu.

O piloto não viu o sucesso da sua publicação, que só foi estourou em 1946, na França.

Conheça também

Rebeca Fuks
Rebeca Fuks
Formada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2010), mestre em Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013) e doutora em Estudos de Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e pela Universidade Católica Portuguesa de Lisboa (2018).