5 obras de Lasar Segall para conhecer o artista


Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora e artista visual

Lasar Segall foi um artista importantíssimo para a história da arte brasileira. Nascido na Lituânia em 21 de julho de 1889, passa a morar no Brasil a partir de 1923 e continua sua carreira nas artes plásticas por aqui.

Influenciado diretamente pelas vanguardas europeias, Segall construiu um trabalho consistente na arte moderna. Boa parte de suas obras podem ser vistas no Museu Lasar Segall, instituição que um dia foi a casa do próprio artista na cidade de São Paulo.

Para conhecer mais sua trajetória e o conjunto de sua obra, destacamos alguns trabalhos.

1. Homem com violino (1909)

Homem com violino, quadro de Lasar Segall

Esse é um trabalho realizado com a técnica óleo sobre papelão, suas dimensões são de 71 x 51 cm.

Integrando o acervo do Museu Lasar Segall, a pintura exibe características impressionistas, pois foi feita ainda em 1909, no início de sua carreira.

Nesse período ele vivia na Alemanha, pois se muda da Lituânia para solo alemão em 1906, quando ingressa na Academia de Berlim. Até a década de 10 suas pinturas ainda exibiam elementos próprios de sua cultura e origem judaica, com muitos interiores e figuras humanas.

2. Encontro (1924)

Encontro - tela de Lasar Segall

Essa tela, feita em 1924, é da fase em que Segall estava morando no Brasil há pouco tempo. Ele se casou com Margarete, sua primeira esposa (alemã), e juntos vieram para o Brasil.

A pintura é um retrato do casal e exibe o sentimento do pintor de pertencimento e acolhimento em nossas terras, enquanto sua esposa parece contrariada.

De fato, Lasar Segall ficou maravilhado com a luz e o clima tropical, e se retrata como uma figura tipicamente brasileira. Já Margarete não se adaptou e o casamento chegou ao fim quando ela decide voltar para seu país.

O quadro tem 66 x 54 cm e pode ser visto no Museu Lasar Segall.

3. Bananal (1927)

Bananal (1927) de Lasar Segall

Realizada em 1927, Bananal evidencia a figura do povo negro e trabalhador. O personagem é colocado ao centro da composição e apresenta feições bem marcadas, em traços modernistas que remetem ao cubismo.

A plantação de bananas ao fundo toma todo o restante da tela e contrasta com as cores da figura humana.

Essa é um das pinturas modernistas mais conhecidas de Lasar Segall e faz parte do acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo.

4. Família do pintor (1931)

Pintura de Lasar Segall retratando a família do pintor

Depois que se separou de Margarete, Lasar Segall se casou com a brasileira Jenny Klabin. Em 1928 eles se mudam para Paris com o filho Maurício. Lá, Jenny dá à luz o segundo filho do casal, Oscar. A família permanece na França por quatro anos e depois retorna ao Brasil.

A pintura em questão retrata a esposa e os dois filhos em um ambiente doméstico. Essa é uma fase em que Segall se volta para temas mais intimistas, como a maternidade, a vida em família e paisagens.

5. Navio de Emigrantes (1939-41)

Obra Navio de Emigrantes, de Lasar Segall

Em 1932 o pintor volta ao Brasil e fixa residência em São Paulo. Ele vai morar em uma casa projetada por Gregori Warchavchik, arquiteto modernista.

A partir de então, se volta novamente para temas importantes da realidade brasileira e para acontecimentos de enorme relevância no mundo.

Um de seus trabalhos mais famosos é a pintura Navio de Emigrantes, finalizada em 1941. A tela retrata a dura travessia de milhares de pessoas que deixavam seus países no contexto da Segunda Guerra Mundial.

Na obra podemos ver a importância do desenho, da perspectiva e do uso das cores. O trabalho tem dimensões de 230 x 275 cm e pertence ao Museu Lasar Segall.

Você também pode se interessar:

Referências bibliográficas: Site oficial do Museu Lasar Segall

Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora, artista visual e fotógrafa. Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design.