Livro Os miseráveis, de Victor Hugo


Rebeca Fuks
Rebeca Fuks
Doutora em Estudos da Cultura

Os miseráveis (no original Les Misérables) foi uma obra-prima publicada pelo autor francês Victor Hugo no ano de 1862. Celebrado como um clássico que venceu o tempo, o texto transcendeu as páginas do livro e foi adaptado inúmeras vezes para o cinema e para o teatro.  

Resumo do livro

A história é passada na França durante o século XIX, os cenários são descritos com extrema riqueza de detalhes. O protagonista, Jean Valjean, é um homem comum que se vê obrigado a alimentar a sua família faminta e, para tanto, rouba um pão da vitrine de uma padaria. O jovem é condenado a cinco anos de prisão por furto e arrombamento. 

O passado do rapaz era trágico: Jean ficou órfão de pai e de mãe quando ainda era criança, tendo sido criado por uma irmã mais velha que já tinha sete filhos. Assim que a irmã fica viúva, o irmão torna-se o arrimo da família.

Como tenta inúmeras vezes fugir da prisão e tem um notável histórico de mau comportamento, Valjean é condenado a trabalhos forçados por dezenove anos.

Ao deixar a prisão, é rejeitado por onde passa pois todos o temem devido ao seu passado violento. Jean é expulso de hospedarias e rejeitado em casas particulares quando toca a campainha. Por fim, é abrigado por um bispo, um homem generoso que o acolhe. 

Valjean, porém, decepciona aquele que o acolheu após roubar castiçais e talheres. Quando é capturado pela polícia, no entanto, recebe o perdão do bispo, que mente para as autoridades ao afirmar que havia dado os objetos de presente para o antigo prisioneiro. A partir desse momento, Valjean resolve mudar de vida, passando a ser um homem honesto e de bem.

O antigo delinquente muda de identidade e torna-se dono de uma fábrica na Alemanha, onde ninguém conhece o seu passado obscuro. Apesar de ter conseguido construir um novo destino, Valjean vive assombrado pela possibilidade de ser reconhecido. O inspetor Javert, um sujeito aficcionado pela justiça, anda a sua procura durante diversos anos. 

Na fábrica, Valjean conhece a pobre Fantine, uma moça que engravidou de um estudante e foi abandonada. A jovem resolve dar à luz a Cosette, mas precisa deixá-la sob os cuidados dos Thenadièrs. Com o salário que recebia na fábrica enviava mensalmente uma mesada para a menina, sem saber que os responsáveis por cuidar  dela a agrediam.

Quando o supervisor da fábrica descobre o passado de Fantine, demite a moça. Diante de tal cenário, a jovem vê-se obrigada a vender os próprios cabelos, os dentes, e chega a se prostituir. Valjean, quando fica a par da história, decide adotar a menina Cosette e criá-la como filha. 

Cosette cresce e casa-se com o jovem idealista Marius. Quando Valjean morre, a filha adotiva manda gravar em seu túmulo a seguinte homenagem:

Dorme. Viveu na terra em luta contra a sorte
Mal seu anjo voou, pediu refúgio à morte
O caso aconteceu por essa lei sombria
Que faz que a noite chegue, apenas foge o dia!

Sobre a publicação

O autor francês Victor Hugo começou a rascunhar a obra em 1846, mas interrompeu a escrita em 1848. Três anos depois voltou a redigir e trabalhou em novos capítulos e detalhes que ainda precisavam de lapidação. No dia 3 de abril de 1862, a obra Les miserables foi publicada.

Assim que foi lançado, o livro foi um sucesso de público. Em apenas um dia foram vendidos mais de 7 mil exemplares apenas no país do autor. Rapidamente a obra foi sendo traduzida e divulgada em outros países, transcendendo inclusive os muros da Europa.

O lançamento foi organizado e compreendeu oito cidades que fizeram a publicação em simultâneo: Leipzig (Alemanhã), Bruxelas, Budapeste, Milão, Roterdã, Varsóvia, Rio de Janeiro e Paris.

Primeira edição
Primeira edição norte americana da obra de Victor Hugo. Lançada pela editora Carleton no ano de 1862.

Estrutura da obra

A extensa narrativa de Victor Hugo é dividida em cinco volumes, são eles:

Volume 1 – Fantine
Volume 2 – Cosette
Volume 3 – Marius
Volume 4 – Idílio da Rua Plumet e epopeia na Rua de S.Diniz
Volume 5 – Jean Valjean

Leitura na íntegra

Leia Os Miseráveis em português do Brasil gratuitamente, em formato PDF.

Filme Les Misérables, 2012

O livro de Victor Hugo já foi diversas vezes adaptado para o cinema e para o teatro - estima-se que tenham sido mais de 50 produções inspiradas no clássico francês. A mais famosa adaptação cinematográfica foi realizada pelo diretor Tom Hooper, em 2012.

Confira o trailer oficial do filme:

Elenco principal da adaptação de Tom Hooper

  • Hugh Jackman como Jean Valjean

Hugh

  • Russell Crowe como o Inspetor Javert

Russel

  • Anne Hathaway como Fantine

Anne

  • Amanda Seyfried como Cosette, filha de Fantine

Amanda

Prêmios conquistados

Os miseráveis não foi apenas um grande sucesso de público, o filme também agradou a crítica. A produção foi destaque dos prêmios Óscar, BAFTA e Globo de Ouro. 

Em relação ao Óscar, recebeu as seguintes indicações: Melhor Filme, Melhor Atriz Coadjuvante (Anne Hathaway), Melhor Ator Principal (Hugh Jackman), Melhor Mixagem de Som, Melhor Maquiagem, Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino, Melhor Canção Original.

O filme levou 3 estatuetas: Melhor Atriz Coadjuvante (Anne Hathaway), Melhor Mixagem de Som e Melhor Maquiagem (Lisa Westcott).

A produção arrebatou também quatro prêmios BAFTA nas categorias de Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Som, Melhor Maquiagem e Cabelo e Melhor Design de Produção.

Além dos Óscares e dos BAFTA, Os Miseráveis venceu três Globos de Ouro (Melhor Filme - Comédia ou Musical, Melhor Ator - Comédia ou Musical, Melhor Atriz Coadjuvante - Cinema).

Anne Hathaway

Musical da Broadway

O musical baseado no livro de Victor Hugo foi encenado pela primeira vez na Broadway no ano de 1987. É considerado o quarto musical que mais tempo esteve em cartaz na história de Nova Iorque. Les Misérables é uma das peças mais populares do mundo, tendo estreado pela primeira vez em outubro de 1985, em Londres (no teatro Barbican). 

A mais nova montagem da Broadway - apresentada no teatro Shubert - estreou em março de 2004, sob supervisão do produtor Cameron Mackintosh.

Peça Les Miserables, encenada em Nova Iorque.
Peça Les Miserables, encenada em Nova Iorque.

Sobre o autor Victor Hugo

Nascido no dia 26 de fevereiro de 1802, em Besançon, França, Victor Hugo foi criado praticamente fora da França por conta das viagens do pai. O escritor nasceu no berço de uma família ilustre, o pai, Conde Joseph Léopold-Sigisbert Hugo, era general de Napoleão.

Victor Hugo desenvolveu suas habilidades como escritor e chegou a ser líder do movimento romântico na França. Escreveu, em 1831, O Corcunda de Notre Dame (intitulado originalmente de Notre Dame de Paris) tendo tido imenso sucesso ajudando-o a alcançar uma vaga na célebre Academia Francesa, em 1841.

Foi também político, a favor da democracia liberal. Atuou como deputado na Segunda República, em 1848. Foi exilado e viveu muitos anos fora de Paris, voltou a França apenas em 1870. Foi eleito para a Assembleia Nacional e para o Senado.

Quando faleceu, no dia 22 de maio de 1885, aos oitenta e três anos, teve o corpo exposto diversos dias sob o Arco do Triunfo e posteriormente foi enterrado no dia 1º de junho no Panthéon.

Victor Hugo


Conheça também

Rebeca Fuks
Rebeca Fuks
Graduada em Letras, mestre em Literatura e doutora em Estudos de Cultura, trabalhou durante dez anos como editora assistente e executiva em editoras no Brasil e em Portugal.