Poema No Meio do Caminho de Carlos Drummond de Andrade


O que significa o poema No Meio do Caminho

O poema No Meio do Caminho é uma poesia da autoria do escritor brasileiro Carlos Drummond de Andrade que aborda os obstáculos (pedras) que as pessoas encontram na vida.

No Meio do Caminho

No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.

Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.

Este poema foi publicado em 1928 na Revista de Antropofagia e causou polêmica, pois recebeu duras críticas de várias pessoas. Muitas das críticas são fundamentadas na utilização da redundância e repetição que foram usadas pelo poeta. Por exemplo, a expressão "tinha uma pedra" é usada em 7 dos 10 versos do poema.

Sendo um dos nomes mais conhecidos do modernismo brasileiro, Carlos Drummond de Andrade marcou a literatura brasileira por expressar de maneira inspiradora as profundas inquietações que atormentam o ser humano. Carlos Drummond de Andrade muitas vezes abordava a condição humana de maneira irônica ou sarcástica.

Para alguns, este poema é considerado como o produto de um gênio, para outros é descrito um poema monótono e sem sentido. É possível afirmar que as críticas e ofensas feitas ao autor foram pedras no meio do seu caminho.

Leia também a análise do poema E agora, José, de Carlos Drummond de Andrade.

Análise e interpretação do poema No Meio do Caminho

As pedras mencionadas nesta poesia podem ser classificadas como obstáculos ou problemas que as pessoas encontram na vida, descrita neste caso como um "caminho". Essas pedras podem impedir a pessoa de seguir o seu caminho, ou seja, os problemas podem impedir de avançar na vida.

Os versos "nunca me esquecerei desse acontecimento na vida de minhas retinas tão fatigadas" transmitem uma sensação de cansaço por parte do autor, e do acontecimento que ficará sempre na memória do poeta. Assim, as pedras mencionadas também podem indicar um acontecimento relevante e marcante para a vida de uma pessoa.

Conheça também