Prepare-se para se emocionar na Netflix com essa animação japonesa do mesmo diretor de A viagem de Chihiro


Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora, fotógrafa e artista visual
Publicado em

Uma das animações japonesas de grande sucesso e reconhecimento dos últimos anos é, sem dúvida, A viagem de Chihiro. Agora chega à Netflix no dia 5 de julho mais uma produção de Yoshiyuki Momose, o mesmo diretor desse filme.

O Imaginário (The Imaginary, em inglês) é uma história envolvente recheada de drama e fantasia que promete encantar o público de todas as idades. O filme é inspirado em uma obra da literatura, o livro de A.F. Harrold e Emily Gravett.

Muito elogiada pela crítica, a animação traz desenhos deslumbrantes, uma narrativa comovente e deixa a mensagem sobre a valorização da fantasia e da imaginação.

Sobre o que se trata O Imaginário?

A trama conta a história de Amanda, uma garota esperta e curiosa que desenvolve uma profunda relação com Rudger, seu amigo imaginário.

Juntos, os dois embarcam por uma emocionante jornada entre o mundo real e o mundo da imaginação. Na realidade concreta, Amanda está vivenciando experiências desafiadoras que transformam seu cotidiano, como a mudança para uma nova cidade e a adaptação em outra escola, com novos amigos.

Na no universo fantasioso, junto com Rudger, a garota encontra espaço para investigar sobre si mesma, buscando autoconhecimento e descobrindo um jeito de ser autêntica e expressar seus sentimentos mais íntimos.

Por que você deveria assistir essa incrível animação?

Essa é uma obra imperdível, primeiro por conta da qualidade de sua animação e narrativa. Produzida por artistas veteranos que trabalharam no renomado Studio Ghibli, O Imaginário é assinado pelo Studio Ponoc, também conhecido por excelentes trabalhos.

Trabalharam no filme:

  • Yoshiyuki Momose: assina a direção. Ele também dirigiu os filmes renomados do Studio Ghibli A Viagem de Chihiro e Porco Rosso.
  • Yoshiaki Nishimura: também é o produtor de O Imaginário, assim como de outros filmes importantes como Castelo Animado no Céu e Nausicaä do Vale do Vento.
  • Hiromasa Yonebayashi: é o diretor de animação do filme, ele dirigiu também O Conto da Princesa Kaguya e Quando Marnie Estava Lá, ambos do Studio Ghibli.

A influência da animação tradicional japonesa combinada com recursos atuais de animação garantem um resultado incrivelmente moderno e nostálgico.

Além disso, os temas abordados tratam de questões profundas com sensibilidade. O luto, o amor, a busca por identidade e a imaginação são apresentados com respeito e delicadeza, fazendo com que o expectador mergulhe no universo de Amanda e se questione também sobre seus próprios sentimentos.

A trilha sonora composta por Ryuichi Sakamoto (que também já trabalhou em diversos projetos do Studio Ghibli) é um elemento à parte que merece destaque, pois complementa perfeitamente a narrativa com um tom melódico e melancólico.

Ficha técnica de O imaginário

Informação Descrição
Título O Imaginário (The Imaginary)
Gênero Fantasia, Drama
Direção Yoshiyuki Momose
Roteiro Akihiko Yoshida (baseado em história original de Yoshiyuki Momose)
Produção Studio Ponoc
Música Ryuichi Sakamoto
Data de Lançamento

Japão: 3 de agosto de 2023

Brasil: 5 de julho de 2024 (Netflix)

Duração 98 minutos
Idioma Japonês (com opção de dublagem em inglês)
Classificação Livre
Plataformas de Streaming Netflix
Prêmios Indicado ao Annie Award de Melhor Longa-metragem de Animação Independente (2024)
Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora, artista visual e fotógrafa. Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design.