Frase No pain, no gain


Rebeca Fuks
Doutora em Estudos da Cultura

A frase "No pain, no gain", escrita originalmente em inglês, se traduzida para o português significa "Sem dor, sem ganho".

A princípio a oração era utilizada em contextos esportivos sugerindo que o sacrifício era parte integrante e essencial do processo de aprimoramento do atleta.

Origem da frase

A frase começou a ser utilizada no universo do halterofilismo pelos atletas, que desde cedo compreenderam que a dor fazia parte do processo de treinamento e crescimento.

Apesar de a princípio a frase ter sido utilizada num contexto bastante literal, porque os treinos de halterofilismo envolviam efetivamente sofrimento físico, a verdade é que ela acabou ganhando outros usos mais subjetivos.

A ideia de que sem trabalho e sem esforço não há recompensa pode ser identificada não apenas no âmbito dos esportes como também em uma série de situações da vida pessoal e profissional de qualquer um de nós.

A noção de que precisamos persistir, apesar da dor, é uma lição que deve ser considerada nos momentos de dificuldade. 

Filme Pain and Gain

O filme norte-americano Pain and Gain, lançado em abril de 2013, dirigido por Michael Bay, conta a história de uma dupla de assaltantes que sequestra um empresário.

Os dois bandidos foram interpretados por Mark Wahlberg (como Daniel Lugo) e Dwayne Johnson (como Paul Doyle). O roteiro é de autoria de Christopher Markus e Stephen McFeely.

Confira o trailer do filme:

Música no pain no game

A música "Sem dor, sem jogo", da cantora japonesa Nano, foi lançada no dia 10 de outubro de 2012.

O videoclipe é feito sob a forma de anime.

Letra da música traduzida:

Abracei a trama final
Embora não tivesse objetivos e vagasse sem rumo
Eu sou um com meu novo mundo
O jogo está apenas começando
Estes são os olhos do início
Amanhã só vai trazer um novo jogo
É hora de aprender que a dor é o ganho, prontos? Lutem!

Para apagar os fracassos do meu passado
Sacrifiquei meu futuro
Até que me levem para o meu túmulo
Eu vou lutar contra o destino que me assombra
Sim, eu vou sair e começar uma revolução
Há apenas uma pergunta para qual eu preciso de uma resposta

Estou competindo no meu limite
Eu sei que esta é a minha única chance,
E mesmo sobrecarregado, irei vencer o meu destino
Abracei a trama final,
Embora eu não tivesse objetivos e vagasse sem rumo
Eu sou um com meu novo mundo
O jogo está apenas começando
Estes são os olhos do início

Quando você sente que chegou a um beco sem saída
O que você fará para salvar-se do destino?
Você colocaria uma faca em seu coração
Ou seria melhor parar a queda e assumir a derrota?
Aa saia e encontre sua evolução
Projete o seu próprio mundo

Concorrendo para uma perseguição na eternidade
Fazendo uma vez na vida, um novo começo
Eu vou passar até mesmo pelas vontades insanas dos céus
Segurando próximas as imagens que murcharam
Eu continuarei lutando sem motivo no presente
Verdadeiro mundo obscuro

O jogo está apenas começando
Agora, são os primeiros dias
Nos limites da realidade e da falsidade
Permitir a redefinição de uma única vez
E a salvação certamente estará dentro do seu coração
Abracei a trama final,
Embora não tivesse objetivos e vagasse sem rumo
Eu sou um com meu novo mundo
O jogo está apenas começando
Estes são os olhos do início

No brain, no gain

Uma variação da famosa frase "No pain, no gain" é "No brain, no gain" (em português "Sem cérebro, sem ganhos").

A nova versão convoca o leitor a praticar uma musculação cerebral ao invés do exercício físico tradicional, como sugeria o primeiro uso dado por halterofilistas.

No brain, no gain

No god, no gain

A frase "no god, no gain" pode ser traduzida para o português como "sem Deus, sem ganhos". Não se sabe quem fez propriamente a adaptação da frase para o contexto religioso.

Fato é que a sentença começou a ser popularizada e passou a ser reproduzida em uma série de casacos, camisetas e pulseiras:

casaco

pulseira

Conheça também

Rebeca Fuks
Graduada em Letras, mestre em Literatura e doutora em Estudos de Cultura, trabalhou durante dez anos como editora assistente e executiva em editoras no Brasil e em Portugal.